Enderson Moreira alerta: Paraná pode criar muitos problemas ao Bahia

"É um adversário que a gente tem que ter o maior respeito"

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

O técnico Enderson Moreira concedeu entrevista antes do treinamento desta quinta-feira (11) no estádio de Pituaçu, palco da partida de sábado (13) contra o Paraná, às 21 horas, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. O treinador pregou respeito ao adversário paranaense e alertou que é um time com capaz de criar muitos problemas ao Esquadrão, mesmo estando há 14 jogos sem triunfar na Série A e sendo o lanterna com 17 pontos. Enderson não vê o adversário como fragilizado e diz que ele tem vendido muito caro os resultados. Além disso, o comandante tricolor elogiou a capacidade e a organização do técnico Claudinei Oliveira.

“Eu não vejo o adversário dessa forma. É um adversário que tem vendido muito caro os resultados. O próprio jogo contra o Fluminense, eles tiveram a chance de fazer o primeiro gol e depois que tomaram eles sofreram um pouco. Então, é um adversário que a gente tem que ter o maior respeito, porque acima de tudo, tem profissionais lá que vão defender até o último dia, com dignidade, tudo aquilo que eles podem fazer. A gente tem que ter muito respeito e saber que é um adversário capaz de criar muitos problemas para a gente”, alertou.

“A gente precisa pegar o jogo no início, com muita determinação, contar muito com apoio do nosso torcedor. É um jogo importantíssimo, mas ao mesmo tempo a gente tem que ter muita tranquilidade para fazer o jogo do jeito que o jogo precisa ser jogado, sem ansiedade de mais. Se a gente tiver qualquer comportamento diferente do que a gente tem tido nos jogos, a gente pode ter muito mais dificuldade, não em termos de resultado, mas principalmente, contra um adversário que vai explorar aquilo que tem como proposta de fazer. O Claudinei é um treinador muito capaz e dentro da organização dele, vai buscar os caminhos para que ele possa sair com bom resultado”, disse.

Ouça a entrevista abaixo



Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*