Cristiano Ronaldo é novamente acusado de estuprar americana em 2009

De acordo com informações da rede de TV “CNN”, o craque Cristiano Ronaldo, ex-Real e atualmente na Juventus, está sendo acusado de estupro pela americana Kathryn Mayorga. O processo foi apresentado na última sexta-feira no condado de Clark, onde fica a cidade de Las Vegas, nos Estados Unidos. Segundo a moça, o português teria forçado sexo sem consentimento em um hotel de Las Vegas, em 2009.

Ainda segundo a reportagem, CR7 encontrou Mayorga no hotel Palms, em 12 de junho de 2009, quando ainda não era jogador do Real Madrid, e convidou ela e outras amigas a irem a sua cobertura no local. No apartamento, ele teria oferecido camisetas e shorts para que elas entrassem em uma jacuzzi e teria atacado Kathryn quando ela estava trocando de roupa.

Cristiano teria pedido para que a jovem fizesse sexo oral com ele, e, após receber uma resposta negativa, teria a levado para um quarto e a estuprado, enquanto ela gritava “Não, não, não”. A acusação ainda diz que o jogador apenas pediu desculpas após o ato e, na sequência, ofereceu US$ 375 mil pelo silêncio de Kathryn – que teria assinado um contrato para receber o valor.

A intenção do processo seria justamente anular esse documento, acusando CR7 de se aproveitar da fragilidade emocional de Mayorga para obrigá-la a fazer o acordo. O caso veio à tona novamente no ano passado, após uma publicação da revista alemã “Der Spiegel”, que voltou a abordar o assunto na última semana.



Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*