Adversário do Bahia, o “Cavalo Árabe” do Brasileiro vem de três triunfos em sequência

Adversário do Bahia no próximo sábado, o Grêmio não tem motivos para “economizar”jogadores visando torneio paralelo que disputa neste momento. Classificado para as semifinais da Libertadores para enfrentar o River Plate, da Argentina terá até lá, 20 dias para dedicação para o Campeonato Brasileiro.

Ao contrário do ano passado quando praticamente desprezou o Campeonato Brasileiro visando os jogos da Copa do Brasil e Libertadores utilizando-se de jogadores do Sub-23, este ano, o time gaúcho montou uma equipe capaz de ser competitivo em todos os torneios, além disso, o Campeonato Brasileiro deste ano ganhou a presença do Internacional, rival na luta pelo titulo apimentando a rivalidade local, uma das maiores do Brasil.

O adversário do Bahia, vem de uma seqüência de três triunfos consecutivos, feito que lhe conduziu para a quarta colocação removendo o Flamengo do G4. Com 50 pontos, o Grêmio, está três pontos abaixo do Palmeiras, atual líder do Campeonato. As três vitórias seguidas foram contra Fluminense no Rio de Janeiro Ceará e Paraná dentro de Porto Alegre. Bahia e Gremio se enfrentam no proximo sabado, às 21h em Porto Alegre em confronto pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro

Após o triunfo de 4 x 0 em cima do Atlético Tucumán, o técnico Renato Gaúcho que passou pelo Bahia em 2010 era apenas otimismo e quando questionado sobre o crescimento da sua equipe, o treinador afirmou que o futebol “tem os cavalos paraguaios e os cavalos árabes, que são os que chegam na hora final”.

— É o que falamos na gíria do futebol. No futebol tem os cavalos paraguaios e os cavalos árabes, que são os que chegam na hora final. O Grêmio está vivo no Brasileirão, cumprimos nosso papel de chegar às semifinais da Libertadores. Temos um jogo em casa com o Bahia, estamos vivos na competição faltando 12 rodadas. Vamos brigar. Nunca deixamos o Brasileirão de lado. É bom que vocês lembrem que jogamos com uma equipe alternativa em várias partidas, brigando pelo titulo do Brasileirão e por outras competições. Toda vez que colocamos outros jogadores, eles dão conta do recado. Por isso não canso de elogiar meu grupo. Deixaram o Grêmio chegar. Vamos ganhar? não sei, mas estamos na briga. Temos que estar no bolo e que nas últimas rodadas tudo pode acontecer.

Deixe seu comentário