VAR foi decisivo ajudando Daronco a anular expulsão de volante do Bahia

Num jogo movimentado, Bahia e Palmeiras ficaram no empate sem gols pelas quartas de final da Copa do Brasil em duelo que teve o VAR como protagonista. Na noite desta quinta-feira, na Arena Fonte Nova, o árbitro de vídeo ajudou pela primeira vez o árbitro de campo a voltar atrás e anular uma marcação. O árbitro Anderson Daronco assinalou um pênalti a favor do Palmeiras e aplicou cartão vermelho ao volante Gregore aos 24 minutos do segundo tempo. No fim, o VAR atuaria novamente para ajudar a expulsar o palmeirense Deyverson.

No entanto, após consultar o árbitro de vídeo, ele anulou o vermelho e mostrou o amarelo para Gregore. Na cobrança do pênalti, Bruno Henrique mandou no travessão e desperdiçou a chance de abrir o placar. Apesar do domínio e maior volume do Bahia, quem chegou mais perto do gol foi o Palmeiras com o volante Bruno Henrique, que perdeu pênalti.

O segundo e decisivo jogo acontece no dia 16 de agosto, uma quinta-feira, às 19h15, no Allianz Parque, em São Paulo. Avança para semifinal quem vencer, afinal, empate por qualquer placar carrega a decisão para disputa por pênaltis, afinal, na Copa do Brasil não existe mais o gol qualificado como critério de desempate.



Veja os melhores momentos de Bahia 0 x 0 Palmeiras pela Copa do Brasil

 

Deixe seu comentário