“Se o Bahia fizer o que o Inter fez, falam que é feio”, diz goleiro Anderson

O arqueiro falou sobre o fato do Inter se defender e fazer cera

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

O Esporte Clube Bahia teve seu embalo freado nesta quarta-feira pelo Internacional, que não fez um grande jogo, mas foi cirúrgico e se aproveitou de um vacilo da defesa e da ineficiência do ataque tricolor para sair da Arena Fonte Nova com um triunfo simples por 1 x 0 com gol marcado pelo meia Patrick em vacilo do goleiro Anderson, interrompendo a boa sequência do Esquadrão que vinha bem e agora terá que recuperar os pontos perdidos fora de Salvador, contra o Santos.

Após o jogo, questionado se houve falha ou não no lance do gol colorado, o goleiro Anderson não enxerga erro e valorizada jogada do atacante Rossi, do Internacional, que fez a jogada e cruzou para Patrick marcar. O arqueiro também falou sobre o adversário se defender e fazer cera boa parte do jogo e frisou que se fosse o Bahia, diriam que é feio. Além disso, afirmou que a equipe está de parabéns.

Veja abaixo



“Não titubeei, não. Ele enfiou a bola, o Rossi dominou para trás. Eu plantei, achei que ia bater e ele cavou. Ai fez o gol. Uma bola difícil. Ele dominou perfeitamente. Me matou, deu uma cavada (…) A equipe está de parabéns. A gente brigou, batalhou até o final. Se a gente fizer isso que eles fizeram, falam que é feio só defender, fazer cera. Mas, não temos que ficar aqui dando desculpas. A gente perdeu e temos que ter tranquilidade”, completou.

Deixe seu comentário