Cotado para assumir o Vitória, Gilson Kleina nega ter sido procurado

Após a nova goleada sofrida no Campeonato Brasileiro, agora para o Grêmio, por 4 a 0, no último domingo, o Esporte Clube Vitória acelerou para anunciar o novo técnico e um nome ganhou força na Toca do Leão nesta segunda-feira (13). Trata-se de Gilson Kleina, demitido recentemente da Chapecoense – que trouxe de volta Guto Ferreira.

Apesar de ser apontado como plano A para assumir o posto antes ocupado por Vagner Mancini, o treinador em contado ao Metro1, negou ter sido procurado pela diretoria rubro-negra. Enquanto isso, o Leão segue comandado por João Burse.

Com passagens por Palmeiras, Bahia, Avaí, Coritiba, Goiás, Ponte Preta, entre outros clubes, Kleina tem 50 anos e pela Chapecoense acumulou 41 jogos, com 15 vitórias, 16 empates e 10 derrotas. Seus títulos como treinador são: Série B de 2013 pelo Palmeiras; Campeonato Alagoano de 2006 pelo Coruripe e o Paranaense de 2002 pelo Iraty.



Deixe seu comentário