Técnico Jorginho convoca torcida do Vasco para o jogo contra o Bahia

O Vasco da Gama continua pegando pesado nos treinamentos visando a partida contra o Bahia, válida pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Nesta sexta-feira o treinador Jorginho promoveu uma atividade tática com o intuito de ampliar o entrosamento e corrigir alguns detalhes importantes para o bom funcionamento do sistema defensivo. A movimentação durou aproximadamente duas horas e foi marcada também por exercícios físicos.

Ao término dos trabalhos o treinador Jorginho concedeu entrevista coletiva e revelou o que espera do rendimento da equipe vascaína após as três semanas de preparação. O comandante acredita que o recesso para a Copa do Mundo foi fundamental para o fortalecimento do plano de jogo escolhido pela comissão técnica para encarar os desafios do segundo semestre.



– O período foi importante, pois o grupo do Vasco mudou muito desde a minha passagem por aqui em 2016. Muitos jogadores que não havia trabalhado estão aqui, então foi um tempo fundamental para que eu pudesse conhecê-los. Tive tempo para aprimorar a parte tática, dentro daquilo que acho ideal para a equipe. Falaram que iríamos jogar no 4-4-2, mas essa não é a realidade. Nossa formação é o 4-2-3-1, mas para defender iremos utilizar duas linhas de quatro bem montadinhas e organizadas. Procuramos aproveitar essas semanas para trabalhar em todos os setores, especialmente a parte física – declarou o treinador.

Levando em conta a formação utilizada no jogo-treino contra a Portuguesa (RJ), disputado no último final de semana em Pinheiral, uma das dúvidas de Jorginho para o decisivo jogo com o Bahia está no comando de ataque. Diante da Lusa Carioca, o meio-campista Evander foi utilizado na função de camisa 9 e agradou. Ao longo da semana, porém, o comandante passou a ter Andrés Ríos à sua disposição. O argentino era o titular da posição.

– Temos duas possibilidades e vejo isso como algo muito positivo. O Ríos não participou da intertemporada, mas não parou de treinar nesse período que ficou sem contrato. Ele ficou preocupado em voltar nas melhores condições quando resolvesse toda sua situação. Está muito bem, o rendimento nos treinamentos tem sido excelente. O Evander se mostrou um jogador interessante nessa posição, pois tem uma finalização muito forte. Ele realmente consegue fazer o papel de pivô e me deu uma boa possibilidade. Existe a chance sim dele começar jogando como titular – afirmou Jorginho, revelando em seguida a expectativa para o próximo compromisso.

– A primeira coisa que precisamos fazer é ganhar o jogo, principalmente no primeiro tempo. Se existe uma cobrança em cima do nosso time em relação ao resultado da primeira partida, a necessidade de ganhar por três ou quatro gols de diferença, existem também para o Bahia. Eles estão pressionados por terem perdido o título da Copa do Nordeste, algo que normalmente não pode acontecer. A pressão existe para os dois lados e precisamos saber trabalhar com essa situação. Pedi aos jogadores para terem o prazer de jogar. Nosso estádio vai estar praticamente lotado e a torcida vai estar presente. A pressão será grande e precisamos fazer de São Januário realmente um Caldeirão – concluiu o comandante.

image

Deixe seu comentário