“Daqui a pouco as coisas começam a acontecer”, diz técnico do Bahia

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Amparado pelo triunfo por 3 a 0 no jogo de ida, no dia 9 de maio quando ainda tinha Guto Ferreira, o Bahia abraçou o regulamento e abdicou de jogar futebol nesta segunda-feira no estádio de São Januário, confiando na vantagem construída em Salvador, segurou a pressão vascaína e avançou às quartas de final mesmo perdendo para o Vasco por 2 a 0, com gols de Yago Pikachu e Andrey. Com a classificação conquistada após placar agregado de 3 x 2, o Bahia avança para enfrentar o Palmeiras nas quartas de final da Copa do Brasil.

Após o jogo, o técnico Enderson Moreira lamentou a derrota, mas comemorou a classificação. Questionado sobre a atuação ruim da equipe (mais uma vez), ele minimizou e afirmou que “daqui a pouco as coisas começam a acontecer”.

“É claro que a gente não fica feliz com o resultado. A gente quer sempre mais, a gente deseja isso, quero passar ao nosso torcedor. A gente sabe das dificuldades todas que a equipe tem passado. A gente sabe que precisa continuar trabalhando. Daqui a pouco as coisas começam a acontecer de uma maneira um pouquinho mais natural. O jogo de hoje, nós sofremos isso na final da Copa do Nordeste, um adversário que valorizou cada segundo e nós tínhamos uma vantagem. Hoje foi [contra] uma equipe preparou quase 30 dias para esta partida. Mobilizou de todas as formas, a gente sabia que ia ser uma pressão absurda. Mas a equipe teve um comportamento bom no aspecto defensivo. Foram dois gols de bola parada, que a gente acabou vacilando numa falta lateral e o pênalti, que é duvidoso… Não posso falar nada… Mas não quero justificar isso. Quero falar que temos o desejo claro de ter atuações melhores, de fazer com que o nosso torcedor tenha cada vez mais orgulho, mas o mais importante para a gente hoje era a classificação. Era uma coisa importante. Eu sou de uma época que o Grêmio ganhava, em 94, 95 ou 96, que ganhava de cinco lá para o Palmeiras e perdia de cinco lá em São Paulo. As vezes a diferença era no 5 a 1 ou no 5 a 0. Copa do Brasil é isso. É um jogo de 180 minutos e a gente saiu vencedor nesse confronto”, justificou durante a entrevista coletiva.

OUÇA A ENTREVISTA:



Deixe seu comentário