Confusão do Aeroporto: Bahia foi alertado, mas desconsiderou orientação da PM

A confusão no Aeroporto dois de Junho ontem à noite com a delegação do Bahia e alguns torcedores ainda repercute e de certa modo ofusca o clássico entre Bahia e Vitória que acontece neste Domingo. Após o ocorrido, uma das torcidas soltou nota, o Bahia divulgou uma carta e hoje à tarde foi a vez da Polícia Militar se pronunciar a cerca da confusão, aliás, descabida, inoportuna e desnecessária pela forma que aconteceu. Na nota a PM afirma que orientou o clube a efetuar o desembarque por uma saída alternativa do aeroporto, o que não teria sido acatado pelos representantes do Bahia

Veja a nota da PM




A equipe do Batalhão Especializado em Policiamento Turístico que atua no aeroporto de Salvador detectou a pretensão hostil dos torcedores que estavam no saguão do aeroporto de Salvador e buscou a direção do clube de futebol recomendando-lhes que viabilizassem o desembarque da delegação por outro acesso que não o destinado ao público em geral, contudo a recomendação não foi acatada pelos representantes da agremiação.

Tão logo os integrantes do time e comissão técnica ingressaram no saguão foram hostilizados e dois jogadores responderam às provocações, motivando uma pequena confusão, mas que logo foi controlada pelos policiais ali presentes, seguranças do time e vigilantes patrimoniais do aeroporto. Mais uma vez orientados a embarcar a delegação o mais rapidamente possível no ônibus que os aguardavam, ainda houve mais uma investida de um dos torcedores contra um jogador do clube que foi agredido com um tapa, não restando alternativa para os policiais empregados, senão, dispersar o grupo de manifestantes com a utilização de recursos de baixa letalidade. Apesar das agressões não houve feridos com gravidade na ocorrência.

A PMBA recomenda a qualquer cidadão que siga as recomendações e orientações dos nosso profissionais, pois o objetivo da instituição sempre é o de garantir a ordem social e a integridade das pessoas”.

Deixe seu comentário