Torcida do Bahia cansada de desculpas e pede atitude!

O que define o êxito de uma boa administração no futebol, além de planejar à curto e longo prazo, é ter liderança, conhecimento e ser bem informado, fundamental ter atitude para blindar sua equipe de possíveis crises. Vimos recentemente o Diretor de Futebol Paulo Autuori pedir demissão do Fluminense por salários atrasados, e Abel Braga é o grande elo encontrado pela Diretoria para amenizar essa crise.

Vimos também Nelsinho Batista pedir desligamento do Sport-PE pelo mesmo motivo e sua Diretoria agiu rápido e contratou Claudinei Oliveira dissipando todo alarido nas declarações do antigo técnico e ex-jogadores sobre o assunto. Com o Vasco não foi diferente, Zé Ricardo solicitou seu desligamento porque já não conseguia intermediar esse problema com o elenco, e a Diretoria imediatamente contratou Jorginho para amenizar qualquer possibilidade de crise.

Um exemplo nosso o Vitória que iria entrar numa crise sem precedentes, com renúncia de presidente e conselheiro vazando informações confidenciais sobre salários de atletas e a diretoria freou toda essa crise trazendo Vagner Mancini para blindar os atletas de qualquer problema administrativo. Todos esses clubes citados com inúmeros problemas seríssimos se não fossem resolvidos imediatamente com atitude firme da sua Diretoria pode colocar o clube no rebaixamento (já vimos muito isso), e todos eles apesar de todos esses problemas estão numa situação bem melhor na tabela de classificação. Além disso, com elencos modestíssimos mostrando que a escolha de um grande técnico foi fundamental para esse sucesso.



Enquanto o Bahia desde a Democracia navega em águas tranquilas, principalmente com relação às finanças do clube, o presidente herdou uma excelente administração do seu antecessor, então deveríamos estar voando, mas porque ainda não houve esse momento feliz sempre adiado para nossa sofrida torcida?! Porque faltam alguns itens citados acima que fazem grande diferença numa administração vitoriosa: atitude e visão de futuro.

Estamos disputando um campeonato de pontos corridos onde toda partida é importante e determinante para resultado do seu planejamento inicial, qual foi o planejamento que o nosso “Harry Potter” fez para chegarmos ao final da competição? Só livrar do rebaixamento? Bahia almeja algo maior que Sul-Americana? Teremos tempo suficiente para o novo técnico implementar seu esquema tático para ganhar a Copa do Nordeste?

Sabemos que a história fictícia vivida pelo nosso parecido presidente (Harry Potter), se confunde muito mais com a história que o clube viveu por mais de trinta anos, não tinha dinheiro, respeito, sofria maus tratos, perdemos nesse período milhares de novos torcedores, então é importante lembrar ao nosso presidente que atitudes são melhores e mais eficazes que palavra. Já estamos cansados de desculpas, precisamos de atitude!

Jorge Machado, torcedor do Bahia, amigo e colaborador do Futebol Bahiano.

Deixe seu comentário