Luxemburgo técnico do Bahia? Jamais! Imagino o tamanho da maluquice

"O Presidente, em tendo errado na contratação do Guto, não pode errar novamente"

Luxemburgo não!!!

Notícias vindas do centro nervoso do Futebol Brasileiro falam de que o Luxemburgo está sendo sondado pela Diretoria do Esporte Clube Bahia para ser o substituto de Guto Ferreira, nessa sequência do Brasileirão.

Segundo informações, ele já está com um contrato assinado com uma emissora de TV fechada para comentar os jogos da Copa do Mundo, na Rússia. Esse contrato deixa uma margem para que ele venha a sair, a qualquer momento, por conta de uma proposta de algum Clube.

Imagino o tamanho da MALUQUICE do Guilherme Bellintani em contratar esse “treinador”. O Presidente, em tendo errado na contratação do Guto Ferreira, não pode errar novamente!

Quais as principais características do Luxemburgo?

Destaco:
1. Treinador de time com bons jogadores (medalhões) e já formado;
2. Desatualizado em relação ao momento atual do futebol brasileiro;
3. Só escala jogadores de empresários amigos;
4. DESAGREGADOR de elenco (vide episódio recente num time pernambucano, onde começou bem e depois…);
5. Falastrão (criador de rusgas com as Diretorias); e, por último,
6. Antipático (na minha observação).

Seria ele a pessoa adequada para comandar um Grupo que já está fechado? Aqui com os meus botões, penso que seria algo extremamente nefasto aos interesses do Bahia caso se confirme essa contratação. Não seria nem trocar 6 por meia dúzia.

Gostaria, se possível, que a Grande e Imensa Nação Tricolor fizesse um forte movimento no sentido de VETAR o Luxemburgo para ser o nosso Treinador. Precisamos fazer chegar ao conhecimento dos nossos Gestores sobre o elevado risco nessa temerária contratação. Caso venha a se confirmar essa sandice, corremos o risco de sermos guilhotinados nesse Brasileirão.

Alô BELLINTANI!!! LUXEMBURGO NÃO!!!!!!!

Paulo Fernando, torcedor do Bahia, amigo e colaborador do Futebol Bahiano.



CLIQUE AQUI e Veja o resultado parcial da enquete

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*