Élber lamenta saída de Guto e diz que atletas têm um pouco de culpa

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

A maior dor de cabeça do Bahia no Campeonato Brasileiro é jogar fora de casa. Até agora, em quatro jogos, só perdeu, e sequer marcou gol. Inter (2×0), Sport (2×0), Palmeiras (3×0) e Flamengo (2×0). O aproveitamento pífio como visitante incomoda preocupa o torcedor, reconhece o meia-atacante Élber. O jogador, que será novamente titular contra o Paraná nesta quinta-feira, também, lamentou a saída do técnico Guto Ferreira, demitido após derrota para o Grêmio no último domingo, e disse que os jogadores tem sua parcela de culpa. Veja abaixo:


“Isso incomoda pelo fato de não marcar gol fora. Sabemos que não estamos fazendo grandes jogos, isso é fato. Isso machuca bastante, machuca a torcida. As mudanças vocês vão ver amanhã no jogo. Espero estar entre os onze para esse gol sair. Já sei, mas vão saber amanhã. […] É uma coisa que nos incomoda bastante, até pela qualidade do elenco. Uma troca de comando nunca é bom. Se trocou, é porque não tinha algo correto. Isso tem um pouco de culpa é nossa, mas sabemos que nosso time tem potencial, grandes jogadores, mas espero que, infelizmente não é com o Guto, mas com o Claudinho a gente consiga esse triunfo”, afirmou.

 

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*