Bahia x Corinthians terá árbitro da polêmica final do Baiano de 2016

Sem vencer há quatro rodadas e atolado na 18º do Campeonato Brasileiro, com 9 pontos ganhos, o Bahia enfrenta o Corinthians nesta quarta-feira, às 21h30, na Arena Fonte Nova. Para sair da zona da degola, não basta vencer, precisa também secar os concorrentes acima, caso de Atlético-PR (17°), Santos (16º) e Vitória (15º).

Para apitar esse jogo pela 11ª rodada da Série A, a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) escalou o árbitro Leandro Pedro Vuaden, do Rio Grande do Sul, que será ajudado por Jorge Eduardo Bernardi e Jose Eduardo Calza como assistentes, enquanto Daniel Aloysius Soder e Roger Goulart serão os adicionais. Todos são do Rio Grande do Sul.

Vuaden não traz boas lembranças ao torcedor do Bahia, muito pelo contrário, em 2016, os tricolores saíram revoltados na final do Campeonato Baiano e elegeram a arbitragem como principal culpada pela perda do tricampeonato estadual para o rival Vitória. Antes dele, porém, o “vilão” foi outro gaúcho.

No jogo de ida, no Barradão, o gaúcho Anderson Daronco apitou um pênalti bem duvidoso e o Vitória acabou vencendo por 2 a 0. No jogo de volta, o Bahia precisaria devolver o mesmo placar para ser campeão como tinha a vantagem de jogar por dois resultados iguais. Até abriu o placar com Feijão, e poderia ter feito o segundo, no entanto, o gaúcho Leandro Pedro Vuaden não marcou pênalti do volante Amaral no atacante Henrique, para revolta dos tricolores.



Técnico Zé Ricardo revela que não foi procurado pelo Bahia

Deixe seu comentário