Alegando cansaço, técnico Abel Braga deixa o Fluminense

O técnico Abel Braga pediu demissão e deixou o Fluminense deste sábado. Em nota publicada no site oficial do Fluminense, o clube lamenta e confirma a saída do treinador que campeão brasileiro em 2012, carioca em 2005 e 2012, da Taça Rio em 2005 e 2018, e da Taça Guanabara, em 2012 e 2017. Neste último período, foram 109 jogos, com 43 vitórias, 29 empates e 37 derrotas. Já o treinador através das redes sociais, agradece ao clube, os funcionários e, sobretudo a torcida o tempo que esteve no comando do clube carioca.

“Acho que chegou a hora de descansar, de dar um tempo. Durante toda essa minha passagem como treinador do Fluminense, clube que todos sabem que tenho um carinho e uma identificação enormes, pensei no presidente, nos jogadores, na minha comissão técnica, na torcida, mas pouco pensei em mim e na minha família.



Não me arrependo de nada, porque sempre fiz tudo com o coração e com o maior profissionalismo possível, mas o desgaste do dia a dia tem sido muito grande. Só tenho a agradecer a todo mundo. Primeiramente, ao Abad, um cara sensacional e correto, que busca fazer o melhor, e a toda diretoria. Aos jogadores, o meu muito obrigado pela parceria e dedicação. Realmente, temos uma equipe com alma.

O meu agradecimento se estende a todos os funcionários, verdadeiros guerreiros. E um à parte especial aos torcedores, a quem sempre fui e serei eternamente grato”, afirmou Abel.

Veja o comunicado do Fluminense:

O Fluminense informa que Abel Braga não é mais o técnico da equipe tricolor. A decisão sobre a interrupção do trabalho, por desejo do treinador, foi comunicada neste sábado. A terceira passagem do comandante pelo clube se encerra após um ano e meio de parceria. Abel Braga é o segundo técnico com mais partidas à frente do Fluminense, num total de 329.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*