Técnico do Grêmio alfineta o Internacional: “Pequeno e de 2ª divisão”

Neste sábado, o Grêmio criou as melhores chances no clássico gaúcho, mas não conseguiu superar o bloqueio defensiva do Internacional, que entrou em campo claramente para segurar o empate. Após 0 x 0, veio a polêmica. O técnico Renato Gaúcho deu uma declaração que não caiu bem pelas bandas coloradas, ao tratar o dérbi como um jogo de “um time de primeira divisão contra um de segunda”.

“Não tenho nada que ver com que forma o Internacional tem de jogar. Pode jogar do jeito que quiser, mas joga como time pequeno. Mas está em seu direito. Fico surpreso que o Internacional é grande, tem uma imensa torcida. Mas tenho visto eles jogar. Me coloco no lugar do torcedor. Se alguém tivesse que sair de campo com a vitória, seria o Grêmio. Se houvesse o pênalti no Cortez, o Internacional teria que sair de trás, aí seria diferente, porque deixam muito espaço. O que estou falando é até uma crítica construtiva”, alfinetou.



Questionado na sequência se ficaria preocupado com a repercussão da declaração, Portaluppi lavou as mãos e afirmou que o problema está do outro lado, e tratou de afirmar que o Inter tomou uma atitude de “time pequeno”.

“Não tenho nada que ver com que forma o Internacional tem de jogar. Pode jogar do jeito que quiser, mas joga como time pequeno. Mas está em seu direito. Falo como torcedor do Grêmio, que toda hora dá volta olímpica, vai para cima dos adversários. Meu time não joga com medo. Hoje mais uma vez foi a prova. Se pegar o Grêmio contra uma equipe pequena do interior, vai dar 25% de posse. Nós tivemos 75%. Que fique bem claro: eles (Inter) têm a maneira de jogar e o problema é deles”, ressaltou o treinador.

 

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*