Mascote é punido após dar chifrada em jogador na Série B do Mineiro

É comum e natural, e vem se tornando frequente no futebol, punições impostas pelos Tribunais do Esporte a jogadores, treinadores e dirigentes. Exemplo recente o BA-VI que teve 6 atletas punidos (2 do Bahia e 4 do Vitória) além do técnico Vagner Mancini, e poderia ter mais se os outros julgados não tivessem sido absolvidos.

Porém, na Segunda Divisão do Mineiro, o TJD-MG resolveu suspender por 90 dias o Mascote do Uberaba-MG após o mesmo dar uma chifrada no jogador adversário. O Zebu, como é conhecido, foi punido após se exaltar na provocação ao adversário, o Guarani-MG, pela oitava rodada da primeira fase do torneio. A punição é a mesma aplicada ao zagueiro Kanu do Vitória que disparou um soco no rosto do meia Vinícius, do Bahia.



“Antes do início da partida, expulsei do campo de jogo o mascote da equipe do Uberaba Sport Clube, o Sr. João Vitor Santos Oliveira, por desferir duas cabeçadas no atleta Elder Herminio David da equipe do Guarani Esporte Clube no momento em que a equipe do Guarani entrava no campo de jogo”, relatou na súmula o árbitro Marco Aurélio Augusto Fazekas Ferreira.

João Vítor foi incluído no artigo 254-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que trata agressões físicas. Entretanto, segundo o diretor de futebol do clube, Djair Batista, como quem foi suspenso foi a pessoa, “outro vai vestir de Zebuzão e vai entrar com o time”.

Deixe seu comentário

6 Trackbacks / Pingbacks

  1. concrete polishing
  2. Celebrity Product Endorsement
  3. 바카라사이트
  4. https://cryptoinvest.is/
  5. Terry Healy Roofing
  6. 온라인카지노

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*