Julgamento do BA-VI: Procurador volta a pedir desclassificação do Vitória

Foto: Vagner Souza / Informações: Rafael Machado

O Procurador Geral do TJDF-BA, Ruy João, se mantém firme de que o Vitória deve ser desclassificado do Campeonato Baiano 2018. No julgamento desta sexta-feira, em segunda instância, como esperado, Ruy pediu novamente a saída do Leão do Baianão. O procurador ainda afirmou que o Bahia acabou beneficiado com a atitude do clube rubro-negro em abandonar a partida e cobrou uma decisão rápida do órgão.

Veja a fala do procurador:

“A comissão usou o argumento de que o Artigo 205 fala em interrupção intencional. Houve ou não houve? Vou para uma coisa que a Comissão passou desapercebida. O Artigo 57 determina que independe de prova os fatos que gozam de presunção de veracidade. Na tribuna, ao ser questionado, o técnico Vagner Mancini afirmou que orientou o goleiro a fazer cera. O empate era vantagem, mas ele não esperava que o resultado fosse de 3 a 0. A presunção é clara. O benefício claro do Vitória com a interrupção do jogo. Não é preciso saber da intenção do Vitória. Temos a presunção da verdade. Outra coisa é se incide o parágrafo II do CBJD, que se provoca prejuízo esportivo para terceiros, o clube tem que ser desclassificado. Temos prazos, temos que obedecer a limites temporais, e vamos esperar o campeonato acabar para fazer uma projeção de dano? O Bahia foi beneficiado. Hoje jogará com o Juazeirense com a vantagem do empate. Se o empate do Ba-Vi se mantivesse, o Juazeirense jogaria pelo empate. Será que não houve prejuízo para terceiros?”, disse.

 

Deixe seu comentário

3 Trackbacks / Pingbacks

  1. bookingbuddy super cheap flights
  2. Offshore Company Formation
  3. p3164#https://biznes-prawo24.pl/forum/firma-f6/pozyczka-dla-firm-t160-s10.html#p3164

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*