Fluminense derruba liminar e Scarpa não pode jogar pelo Palmeiras

O Palmeiras ainda não se manifestou oficialmente

Nesta quinta-feira (15), em novo julgamento no Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro, o Fluminense conseguiu derrubar a liminar que deixou livre o meia Gustavo Scarpa, atualmente no Palmeiras. Com isso, o jogador não pode vestir a camisa do clube paulista já que o contrato assinado perde a garantia legal e o contrato com o tricolor carioca passa a valer novamente. Ele, o time paulista e a CBF ainda serão notificados oficialmente da decisão.

O caso foi apreciado na Seção de Dissídios Individuais, do TRT da 1ª Região. E tratava de um recurso impetrado pelo Tricolor. O placar desfavorável a Scarpa foi apertado: 5 a 4, em um total de nove desembargadores. A decisão não é definitiva. Ela apenas cassou a liminar que favorecia o jogador. Agora, o caso terá o trâmite normal na 70ª Vara do Trabalho do Rio.

O Palmeiras ainda não se manifestou oficialmente e aguarda o desenrolar da situação. O Fluminense entende que, sem a liminar a favor de Scarpa, fica fortalecido para conseguir um acordo com o atleta e o Palmeiras. Os clubes vinham negociando uma compensação ao Tricolor. O meia Hyoran, que interessava a Abel Braga, chegou a ser avaliado como uma forma de enecerrar a disputa judicial.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*