“Eleição”: Candidato detona decisão da FBF e promete recorrer à Justiça

Segundo ele, a data é uma forma de “inviabilizar a disputa”

Após a divulgação do edital para eleição à Presidência da Federação Baiana de Futebol (FBF), marcado para o dia 3 de abril, o advogado Ademir Ismerim enviou uma nota à imprensa onde critica a decisão da entidade e promete recorrer à Justiça “para ela possa, de maneira pedagógica, fazer uma eleição livre e democrática”, garantiu o candidato ao pleito.

De acordo com Ismerim, a atitude demonstra que há uma “tentativa de manter os mesmos dirigentes e mostra uma forma de “inviabilizar a disputa”. Atualmente, a FBF é comandada por Ednaldo Rodrigues, que ocupa a presidência desde 2001.

“Ante estes fatos, só nos resta ir bater às portas da justiça, para que ela possa, de maneira pedagógica, fazer […] uma eleição livre e democrática. Quero manifestar meu repúdio à atitude deste órgão que, na tentativa de manter os mesmos dirigentes no poder, destrói a democracia e o respeito que deveria ter por todos. […] Esse fato, por si só, é capaz de medir o desejo de se perpetuar no poder”, atacou.



Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*