É Hoje! Fluminense de Feira x Náutico brigam por vaga na Copa do Brasil

Fluminense de Feira vencendo o Náutico recebe uma bolada

Finalizado aos festejos do Carnaval, o calendário do futebol brasileiro retoma a sua normalidade com a sequência da Copa do Brasil nesta quarta-feira com um jogo isolado, sendo ele, justamente aquele que nos interessa neste momento. O Fluminense de Feira que faz uma belíssima campanha no Campeonato Baiano, invicto e ocupando a terceira posição ainda com um jogo a menos, encara o Náutico, em jogo simplesmente fundamental para a saúde moral e, sobretudo para saúde financeira do touro do sertão. Vencendo deve receber o que não acumula em cinco ou seis edições juntas do Campeonato Baiano, acredito.

O jogo acontece nesta quarta-feira de cinza às 21h30 no Estádio Jóia da Princesa. Para chegarem a este estágio da competição, o time baiano superou o Santa Cruz vencendo por 2 x 0, enquanto, Náutico arrancou um empate em 1 x 1 contra o Cordino em São Luiz do Maranhão e se habitou para a decisão no Jóia da Princesa. . Quem obter êxito nesta empreitada milionária, vai embolsar R$ 1,2 milhão e segue para a 3ª fase

Na segunda fase, as vagas continuam a ser disputadas em jogo único, porém, desta vez, se houver empate, o vencedor do confronto é decidido nos pênaltis e vai encarar quem sobreviver após o duelo em Aparecidense e Cuiabá que só se enfrentam no dia 21.

Mudanças e premiação

A partir dessa edição, a grande mudança no regulamento está no gol qualificado (fora de casa), que deixará se der utilizado como critério de desempate pela primeira vez, desde 1989. Nos últimos anos, o gol qualificado só não está sendo usado nas finais. Outra novidade no regulamento do torneio de 2018 está na data limite para a inscrição de jogadores, que foi ampliada do dia 24 de abril (em 2017) para 30 de julho, antes do início das quartas de final. No ano passado, o Flamengo, finalista, não pode contar com reforços com Éverton Ribeiro e o goleiro Diego Alves na reta final da competição.

Mas a grande novidade na Copa do Brasil está na premiação, a maior em qualquer torneio de clubes na América do Sul em 2018. A partir dessa edição, a CBF irá dar ao campeão R$ 50 milhões só de prêmio pela conquista. Contando as cotas de participação nas fases anteriores, o time vencedor poderá ficar com até R$ 68,7 milhões. Quase quatro vezes o valor recebido pelo Corinthians, campeão brasileiro de 2017 — R$ 18 milhões. O vice-campeão da Copa do Brasil 2018 ganhará R$ 20 milhões.

Nas primeiras fases, os clubes receberão suas cotas pela participação em cada fase e também de acordo com os grupos onde estão classificados pela CBF. No Grupo 1, estão os clubes classificados até a 90ª posição no ranking da CBF. No Grupo 2, os times entre a 91ª e 180ª posição. Já no Grupo 3, equipes que ficarão abaixo do 181º lugar no ranking divulgado em dezembro de 2017.
Cotas de premiação na Copa do Brasil 2018:

Campeão: R$ 50 milhões
Vice: R$ 20 milhões
Semifinal: R$ 6,5 milhões
Quartas de final: R$ 3 milhões
Oitavas de final: R$ 2,4 milhões
Quarta fase: R$ 1,8 milhão
Terceira fase: R$ 1,4 milhão
Segunda fase: R$ 1,2 milhão (G1), R$ 950 mil (G2), R$ 600 mil (G3)
Primeira fase: R$ 1 milhão (G1), R$ 880 mil (G2), R$ 500 mil (G3)

O crescimento na premiação do Copa do Brasil 2018 ao campeão quase seis maior do que o da última edição em 2017 e mais de 15 vezes o valor pago ao campeão de 2012, no início da década. Na América do Sul, a Libertadores pagou ao Grêmio, campeão de 2017, R$ 24,7 milhões.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*