Volante desabafa, se diz chateado com reserva e pode deixar o Bahia

Com propostas de outros clubes, Juninho não garante que fica em 2018

Em entrevista em forma de desabafo ao jornal CORREIO, o volante Juninho demonstrou insatisfação com o ano de 2017, que apesar de ter entrado em campo 51 vezes, a maioria foi saindo do banco de reservas (33) e no Estadual. Diferente de 2016, quando jogou 55 jogos na temporada toda, porém, 50 deles sendo titular absoluto e peça importante no acesso à Série A marcando 11 gols, fazendo com que atraísse o interesse do Internacional e “obrigando” o Bahia a renovar seu contrato por dois anos com dando um bom aumento salarial.

Juninho tem contrato com o Bahia até o final de 2018, no entanto, chateado com a reserva em 2017, ele se diz injustiçado e não garante permanência na próxima temporada, avisou ainda que recebeu algumas propostas de outros clubes e que só fica se tiver o seu espaço, algo que só conseguirá se falar menos e jogar mais, afinal, apesar da saída de Renê Júnior, agora o jogador disputará espaço com Edson e Nílton, provável novo reforço, e que se trata de um atleta que chega no aeroporto já como titular, na minha opinião. Ou seja, Juninho terá de suar a camisa se quiser figurar entre os 11.

Veja o desabafo:

“Independentemente de estar no Bahia ou não, quero ter meu espaço para jogar. Quando eu renovei contrato com o Bahia para essa temporada, achei que seria um dos anos mais fantásticos da minha carreira, inclusive por estar em um clube que, até então, eu achava quer era minha casa. Só que o ano de 2017 foi muito conturbado. Perdi minha posição e até hoje não sei o motivo depois do ano maravilhoso que fiz em 2016. Esse ano o Bahia fez de tudo pra eu ficar e, nos primeiros jogos do ano, saí do time sem nem mesmo uma satisfação. Acabaram dando preferência para outros jogadores. Fiquei um pouco chateado pela importância que tive em 2016. Não vou me desmotivar nunca, até porque amo o que faço, mas eu quero, sim, ter mais espaço. Independentemente do que eu fizesse em campo, eu era um taxado como reserva. Meu empresário passou que tem alguns clubes interessados, mas disse pra eu aproveitar as férias”

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*