São Paulo deve pagar algo parecido com R$ 7,8 milhões por Jean

Os oferecidos o Bahia recusa e os solicitados, que nega foi o São Paulo. Os outros 30% vão continuar com o Bahia

Que o goleiro Jean foi negociado com o São Paulo até o papa que é torcedor Club Atlético San Lorenzo de Almagro da Argentina sabe, aliás, o time do papa já enfrentou o Bahia num passado bem distante e o resultado foi 4 x 2, só não recordo para quem. Esse placar somente amigo Flávio Andrade sabe, por que lá esteve com a bandeira do Bahia na mão com os meninos já rapazes.

Que Jean será anunciado oficialmente com reforço dos paulistas no próximo Domingo e o jogador se apresenta no São Paulo na segunda-feira, já sabemos.

Portanto, é um assunto morto e a expectativa não tão somente mora, como veraneia, acerca nos valores envolvidos na transação, sobretudo, quem será seu substituto, já que os dois goleiros no Bahia no momento foram contratados estrategicamente de modo que não incomodasse a titularidades de Jean. São goleiros que não sabemos qual é o caso.

O gaúcho Matheus Cavichioli pareceu como um dos nomes, mas o assunto está diretamente ligado com o anúncio da saída de Jean. Ou interesse morreu ou está no berço esperando o momento exato.

O goleiro visto como ótimo, renovou contrato o Juventude estes dias, no entanto, Zé Rafael renovou contrato com o Bahia, mas no entanto, continua sendo figura carimbada na lista de reforço de meio mundo.

E os valores envolvidos, ah, isto ninguém sabe como exatidão, porém muitos se arriscam em palpitar em cifras e nos percentuais. Dois deles são os repórteres Rodrigo Fragoso e Thiago Fagnani do Canal Esporte Interativo.

Segundo eles: O São Paulo vai adquirir apenas 70% dos direitos econômicos por dois milhões de Euros, algo próximo ou parecido com R$ 7,8 milhões na cotação da moeda nesta sexta-feira que serão pagos à vista, digo, na lata. Além disso, dois jogadores chegam por empréstimos, aliás, este o calo que atrasa a transação. Os oferecidos o Bahia recusa e os solicitados, quem nega é o São Paulo. Os outros 30% vão continuar com o Bahia.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*