Caso de racismo esfria desejo do Corinthians por atacante do Vitória

Segundo o site UOL, a polêmica pode melar a negociação com o Corinthians

Apesar de ser um dos desejos do Corinthians, tudo indica que o atacante Santiago Tréllez não deve se transferir para o clube paulista em 2018. Um dos motivos, segundo informações do jornalista Dassler Marques, em matéria veiculada no site UOL, é o polêmico caso de racismo envolvendo o colombiano e o volante Renê Júnior, ex-Bahia, e recentemente contrato pelo Timão faltando apenas o anúncio oficial.

O presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, se preocupa em ter no elenco os dois jogadores e ter de contornar a situação após a acusação do volante que diz ter sido chamado de “macaco” pelo colombiano em BAVI pelo segundo turno do Brasileiro. Segundo a publicação, a polêmica esfriou o interesse do Timão no jogador e pode melar a possível transferência.

O jornalista afirma ainda que Tréllez tinha tudo acertado com o Corinthians e só aguada o acerto entre os clubes, que poderia sair com a liberação de alguns atletas como moeda de troca, porém, o presidente eleito do Vitória garante que não recebeu nada até o momento e bancou a permanência do atleta no Barradão. O colombiano, destaque no Brasileiro da Série A, tem contrato com o Leão até o final de 2018.

Deixe seu comentário