Rodada foi BOA, mas poderia ter sido PERFEITA para Bahia e Vitória

Os clubes baianos empataram, mas foram ajudados pelos tropeços dos "rivais".

A 34ª rodada do Campeonato Brasileiro só será finalizada na segunda-feira, com jogo isolado entre Chapecoense e Santos, porém, que não interessa tanto e não mexe com as posições de Bahia e Vitória na tabela de classificação, apesar de que uma derrota da Chape seria o ideal para mantê-lo próximo da zona de risco, para as pretensões do rubro-negro baiano. Com 41 pontos, há 2 do Leão, os catarinenses ainda são perturbados pelo fantasma do rebaixamento, contudo, caso derrote o Peixe na Arena Condá, se afasta dos problemas e dá uma respirada maior na competição, ficando perto da manutenção. Secador ligado!

Mas vamos ao que realmente interessa. As situações de Bahia e Vitória ao quase término da 34ª rodada. Pois bem. A rodada poderia ser PERFEITA para nossos clubes baianos, é claro, se tivessem vencido seus jogos, porém, apesar dos empates com Atlético-MG (2×2) e Grêmio (1×1), respectivamente… posso afirmar: Dos males, o menor. Todos nossos concorrentes tropeçaram na rodada. É claro que expectativa em torno do Bahia era maior, por jogar em casa, contra um adversário com 7 desfalques, e o empate acabou sendo amargo para nossas pretensões. Enquanto o Leão, trouxe do Sul um ponto importantíssimo, jogando com 10 homens, guerreiros, se mantendo invencível longe de Salvador na ERA Mancini.

E SE tivéssemos conquistados os 3 pontos?

Agora o Bahia estaria fungando no cangote de Flamengo e Botafogo, que tropeçaram, e firme e forte no projeto Libertadores. Tinha tudo para diminuir para 2 pontos a distância para o G-7, tendo pela frente outra decisão na Arena Fonte Nova, contra o Santos. No entanto, o ponto somado aliado aos tropeços dos concorrentes, seja os de cima, como os de baixo, não alterou a posição do tricolor na tabela e a distância para o G-7 que era de 5, agora é 4. Seguimos em 9º com 46 pontos e sonhando com uma vaguinha na Liberta, e assim vamos em busca de tornar este sonho real.

Já o Vitória, com os 3 pontos, na minha opinião, estaria garantido na Série A do ano que vem, repito, na minha opinião. Mas como o futebol é imprevisível e me apegando ao famoso “muita calma nessa hora”, acredito realmente que daria importante passo para carimbar o alvará de funcionamento na elite para temporada 2018. Abriria CINCO pontos de Sport-PE e Ponte Preta, tendo pela frente mais 4 jogos, 12 pontos em disputa, e tendo pela frente jogos teoricamente fáceis contra Chapecoense (na Arena Condá, onde o Leão deve se sentir em casa) e Cruzeiro jogando para cumprir tabela, só depois enfrentaria Ponte Preta (briga direta) e Flamengo (que não sabemos, mas pode estar brigando por Libertadores, à depender).

Finalmente, excluindo todo esse cenário criado que não aconteceu e voltando a realidade, agora é bola para frente, que atrás vem gente. Apesar do empate, o Bahia segue sonhando com a cobiçada Libertadores, e na quinta encara o Santos, na Arena Fonte Nova, jogo onde os 3 pontos são fundamentais, e este jogo pode abrir nossos horizontes, para sabermos se vamos realmente brigar por Libertadores, ou apenas para se firmar no meio da tabela com vaga na Sul-Americana. O Vitória, por sua vez, como disse, enfrenta a Chape, também na quinta, às 20h na Arena Condá, jogo que pode ser de 6 pontos dependendo do resultado de amanhã. E jogando fora, já sabemos, deve se sentir em casa.

No mais, rodada sem surpresas. No Z-4, curiosamente, apenas o lanterna e praticamente rebaixado Atlético de Goiás venceu. Derrotou o Sport-PE, por 2 a 0, e ajudou o Vitória que foi favorecido também com o empate entre Coritiba e Ponte Preta (1×1). Lá no alto, o Corinthians começa a contagem regressiva para conquista do título brasileiro que com a colaboração do Vitória deve muito provavelmente acontecer já na quarta-feira quando o Timão enfrenta o Fluminense, em Itaquera. Vencendo, levanta a taça sem depender de outros resultados. Ainda assim, pode ser campeão mesmo perdendo ou empatando, até sem marcar gols. Olha que beleza!

Que venham os próximos jogos, ou diria decisões, com ingredientes para muitas emoções!