Paulo Catharino explica possível impeachment de presidente do Vitória

Presidente do Conselho Deliberativo se mostrou feliz pelo rito.

O presidente do Conselho Deliberativo do Vitória, Paulo Catharino Gordilho Filho (foto), comentou a Assembleia Geral Extraordinária (AGE) que aconteceu neste sábado (25), no Barradão, que foi tratado de alguns pontos importantes, entre eles, foi decidido em votação, por unanimidade, a instauração do processo de impeachment do presidente afastado Ivã de Almeida. Ele disse que ficou muito satisfeito com o rito e destacou que  momento político do clube não está afetando os jogadores que estão em Campinas se preparando para o duelo de vida ou morte contra a Ponte Preta.

“Na verdade, o que foi decidido hoje, cuja competência é da Assembleia é justamente o processamento da denúncia de gestão irregular vinculada ao presidente afastado Ivã de Almeida. Com o voto por unanimidade, a comissão instaurada, competente para conduzir este processo, estabeleceu um rito. Fiquei muito satisfeito com o rito, acho que atende o devido processo legal, defende a oportunidade de Ivã se manifestar de maneira tranquila como deve ser. E permite também que a gente possa ter uma definição ainda nesse ano, que eu acho que é a vontade de todo rubro-negro. Eu vejo que o futebol está blindado, inclusive o time hoje está lá em Campinas e está focado no jogo. Não vejo nenhum tipo de interferência política nos jogadores, muito pelo contrário, eles são muito dignos e são guerreiros que estão lutando até o fim pela permanência do Vitória na Série A”

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*