Meia revelado no Bahia é alvo de protesto da torcida do Flamengo

Rubro-negros receberam os atletas com ovos, faixas e gritos de "Time sem vergonha".

O meia-atacante Gabriel, revelado no Bahia, foi um dos alvos do protesto da torcida organizada do Flamengo na manhã desta quarta-feira, no Ninho do Urubu, centro de treinamento do clube, no Rio de Janeiro. Gabriel se destacou no tricolor entre 2011 e 2012, acabando por ser vendido ao time carioca em 2013 pelo presidente Marcelo Guimarães Filho.

Além de Gabriel, outros atletas tiveram os nomes citados: O goleiro Alex Muralha, o zagueiro Rafael Vaz, os volantes Márcio Araújo e Rômulo o meia Mancuello. Os atletas foram recebidos pelos torcedores no portão do CT, com faixas, atirando ovos e pipoca no chão e cantando “Time sem vergonha”. O diretor de futebol, Rodrigo Caetano, também foi alvo da torcida.

“Salário em dia, porrada em falta! Fora Caetano, M. Araújo, Vaz, Gabriel, Rômulo, Mancuello e Muralha“, estava escrito em uma das faixas.

A Polícia Militar foi chamada para conter os ânimos dos torcedores. Ninguém foi ferido no protesto. O vice-presidente Ricardo Lomba, teve a lanterna do seu carro quebrada. O movimento terminou após o último chegar no CT, que foi o CEO do clube, Fred Luz. O Flamengo está na semifinal da Copa Sul-Americana, mas campanha fraca no Campeonato Brasileiro além da perda do título da Copa do Brasil tem irritado a torcida.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*