Chance de queda do Vitória diminuiu bastante após chegada de Mancini

Em outubro, quando Mancini assumiu, as chances eram de 64,2%.

Faltando quatro decisões para o término do Campeonato Brasileiro, o Vitória ainda luta contra o rebaixamento, no entanto, após os pontos importantes conquistados contra Vasco, Palmeiras e Grêmio, o Leão viu as suas chances de rebaixamento caírem drasticamente. Para termos uma ideia, na chegada do técnico Vagner Mancini, a chance de queda era 64,2%. Atualmente, aparece com 15,2%, segundo estudo do Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minais de Gerais (UFMG).

O Sport, que possui 36 pontos e figura na 17ª colocação uma posição abaixo do Vitória que é o 16º com 39 pontos, tem robustos 89%, seguido por Ponte Preta (89,3%), Avaí (95,7%) e Atlético-GO (99,8%). Na frente do Leão, aparecem Coritiba (9,5%) e Fluminense (1,2%).

O estudo tem como base o mando de campo dos jogos e o retrospecto das equipes no certame, bem como a dificuldade dos confrontos em função dos adversários. O próximo desafio do Vitória é diante da Chapecoense, quinta-feira (16), às 19 horas no horário local, na Arena Condá, válido pela 35ª rodada do certame nacional.