Bahia x Vitória: Um legítimo BAVI dos Desesperados!

Bahia e Vitória fazem neste domingo (22) o sétimo BA-VI do ano, não da forma e na situação em que queríamos, mas da forma como esperávamos, com ambos lutando contra o rebaixamento, afinal, todo ano é a mesma conversa fiada e as mesmas ilusões e no final estamos nós, sofridos tricolores e rubro-negros, torcendo e sofrendo presenciado nossos clubes todo o segundo semestre do ano lutando com unhas e dentes para evitar uma possível queda à Série B. Hoje teremos um legítimo BAVI dos Desesperados!

A ameaça de rebaixamento que paira sobre Bahia e Vitória coloca ainda mais tensão e nervosismo no jogo, que promete 90 minutos de fortes emoções, certamente um grande teste para cardíacos. Nos seis primeiros BAVI’s do ano, foram dois triunfos do Vitória, um do Bahia e outros três empates, finalizado o primeiro semestre com o Leão campeão baiano e o Esquadrão campeão da valorizada Copa do Nordeste.

Apesar de estarem no mesmo barco, a atual situação do Vitória na tabela é mais delicada, ou seja, é vencer ou vencer, até mesmo um empate como visitante seria trágico diante da possibilidade de retornar ao Z-4. Já o Bahia, que também necessita e tem a obrigação de conquistar os 3 pontos por ser mandante e com o apoio 100% do seu torcedor, tem chances quase nulas de entrar na zona nessa rodada em caso de derrota. Somente com uma combinação de resultados improvável. Sport-PE e São vencendo, Ponte goleando.

No histórico de confrontos do BA-VI, o empate foi o resultado mais registrado com 11 ocorrências, incluindo o 0 a 0 do primeiro turno já citado acima. No histórico dos confrontos, melhor para os rubro-negros que venceram nove vezes, enquanto os tricolores venceram em sete oportunidades.

FICHA TÉCNICA
Bahia x Vitória
Campeonato Brasileiro – 30ª rodada
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador
Data: 21/10/2017
Horário: 16h (Horário da Bahia)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Michael Correia e Silbert Faria Sisquim (ambos do RJ)
Assistentes adicionais: Leonardo Garcia Cavaleiro e Carlos Eduardo Nunes Braga (ambos do RJ)

Bahia: Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Matheus Reis; Edson, Renê Júnior, Allione e Zé Rafael; Mendoza e Edigar Junio. Técnico: Paulo Cézar Carpegiani.

Vitória: Caíque; Caíque Sá, Ramon, Wallace e Juninho; Fillipe Soutto, Uillian Correia, Yago e Neilton; David e Santiago Tréllez. Técnico: Vagner Mancini.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*