Zagueiro e volante acionam o Vitória na Justiça por dívidas trabalhistas

O processo do uruguaio corre na 16ª Vara do Trabalho de Salvador.

Foto: Pietro Carpi/Divulgação/E.C. Vitória

O zagueiro Marcelo Alves e o volante Pablo Siles acionaram o Esporte Clube Vitória na Justiça, cada um cobrando mais de R$ 150 mil referentes a dívidas trabalhistas. O processo do uruguaio corre na 16ª Vara do Trabalho de Salvador. O jogador, que está emprestado à Chapecoense pelo Athletico-PR, cobra R$ 162.112,84, somando salários não depositados e da rescisão contratual, que não foi paga até hoje.

 

Já Marcelo Alves, tem o processo na 22ª Vara do Trabalho de Salvador desde junho do ano passado. O zagueiro, que atualmente pertence ao Madureira e joga pelo Tondela, de Portugal, cobra R$ 175.000,25. A informação sobre a ação na Justiça foi divulgada inicialmente pelo repórter Phabio Almeida, da BandNews FM.

Recentemente, Matheus Tenório também entrou na Justiça contra o Vitória, cobrando R$400 mil. Porém, o jogador teve sua petição indeferida pela 10ª Vara do Trabalho de Salvador. A decisão diz que o processo foi extinto sem resolução do mérito porque o atleta não apresentou a procuração, documento necessário para dar seguimento ao caso.

 

Autor(a)

Fellipe Amaral

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário