Zagueiro parabeniza Paysandu pela atuação diante do Vitória

"O grupo está de parabéns, em nenhum momento se entregou"

Foto: John Wesley/Paysandu

Depois de terminar a primeira fase na vice-liderança, com 33 pontos, atrás apenas do Mirassol, o Paysandu fracassou no quadrangular final da Série C e venceu apenas um jogo dos seis disputados, chegando na última rodada já eliminado. Neste sábado, o Papão apenas cumpriu tabela diante do Vitória, no Estádio da Curuzu, mas endureceu o jogo para o Leão e ficou no empate em 1 a 1, resultado que só não atrapalhou os planos do Rubro-Negro porque o Figueirense não venceu o ABC. Autor do gol do time paraense, o zagueiro Genílson parabenizou a equipe pela atuação.

 

“O grupo está de parabéns, em nenhum momento se entregou. Hoje foi mais uma prova, lutamos até o final. Não sei se o gol estava impedido, mas não podemos sair tão derrotados. Tentamos fazer o nosso melhor. Tentamos sair com honra e hombridade”, destacou.

Genílson admitiu que o Paysandu ficou devendo na segunda fase da Série C e teve uma queda de produção. “Infelizmente, no quadrangular, ficamos um pouco abaixo. Caímos um pouco de produção, mas criamos chances. Só que precisamos ser letais. Tem que pontuar mais. Acho que só em um jogo saiu mais de quatro gols. Todos nós estamos tristes pela campanha do quadrangular, mas tem muita coisa positiva, temos que ressaltar isso”, afirmou, após a partida.

Vale lembrar que, na primeira fase, o Paysandu terminou na vice-liderança, com 33 pontos. A queda de rendimento aconteceu justamente na fase decisiva, assim como em 2021 – quando o Papão liderou a primeira fase e ficou na lanterna na segunda. Com isso, amargará mais uma temporada na Série C.

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: [email protected]

Deixe seu comentário