Bellintani detalha etapa do processo de negociação da SAF do Bahia

"Estamos de fato em temas jurídicos, em um detalhamento jurídico, por segurança."

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia / Divulgação

Depois do acordo com o Banco Opportunity, reduzindo a dívida antiga de R$ 100 milhões para cerca de R$ 35 milhões para ser pago de forma parcelada, em 84 vezes, o Esporte Clube Bahia avançou nas tratativas para se tornar uma Sociedade Anônima de Futebol (SAF). Porém, ainda faltam muitas etapas até que o Esquadrão se torne um clube-empresa. A proposta quando for formalizada pelo Grupo City, deve ser apresentada ao Conselho Deliberativo e depois levada a votação para aprovação dos sócios-torcedores.

 

Na última sexta-feira, o presidente Guilherme Bellintani, afirmou que o processo de negociação está em fase de “detalhamento jurídico”. Ainda segundo o gestor, o clube tem cinco ou seis advogados envolvidos nas negociações para que tudo seja feito da melhor forma possível.

“Estamos de fato em temas jurídicos, em um detalhamento jurídico, por segurança. Precisamos revisar tudo. Temos cinco ou seis advogados de alto nível, eles também. Hoje, por exemplo, foram cerca de 10 horas de reunião”, pontuou o presidente, na última sexta-feira.

Deixe seu comentário!