Árbitro aponta qual o pior estádio para apitar no futebol brasileiro

Marcelo de Lima Henrique reitera que antiga Arena da Baixada tinha uma atmosfera ainda mais áspera

Um dos principais elementos do futebol brasileiro é a rivalidade existente entre os clubes do país. Mas não só as rixas entre os torcedores faz desse esporte um dos mais espetaculosos do mundo. A atmosfera presente nos estádios também favorece grandes jogos nas principais competições. Personagens das partidas, os árbitros também agregam para a existência de partidas marcantes na história do futebol. É o caso do experiente Marcelo de Lima Henrique, considerado um dos melhores da arbitragem nacional. Para o profissional, a pior praça esportiva no Brasil é a Arena da Baixada, casa do Athletico Paranaense.

 

“A Arena da Baixada é dificílimo de apitar porque a torcida fica muito próxima. O torcedor do Athletico Paranaense é muito ácido, ou áspero, com os adversários e com a arbitragem. Não sei se o paranaense é assim, não quero rotular, mas ali… e na Arena da Baixada antiga era mais ainda. Era pior ainda“, declarou Marcelo de Lima Henrique, em entrevista ao Charla Podcast, na última quinta-feira (21).

Ainda para o árbitro, outros dois locais apresentam muita dificuldade para a execução do trabalho da sua categoria. A principal razão é a pressão oriunda das arquibancadas. “A Vila Belmiro é um dos três estádios mais difíceis de apitar, o estádio pulsa. São Januário… são estádios bacanas para apitar. Esses estádios pulsam“, acrescentou.

Deixe seu comentário!

1 Trackback / Pingback

  1. Próximo adversário do Bahia, Sampaio Corrêa vence a primeira na Série B

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*