Wallace faz desabafo após rebaixamento do Vitória para Série C

“Já estou cansado de dar sempre o mesmo depoimento", disse o capitão.

Cria das divisões de base do clube e um dos líderes do elenco, o zagueiro Wallace desabafou neste domingo após o rebaixamento do Esporte Clube Vitória para Série C do Campeonato Brasileiro. O Leão sequer fez sua parte e perdeu para o Vila Nova por 1 a 0 no Estádio Manoel Barradas, com gol de Éder, terminando a Série B na 18ª colocação, com 40 pontos, e rebaixado junto com Remo, Confiança e Brasil de Pelotas. Mesmo se tivesse vencido, não iria adiantar, visto que o Londrina venceu o Vasco por 3 a 0, e escapou. O capitão da equipe frisou que a queda foi “resquícios de várias coisas” e destacou que é preciso já pensar em 2022 e no perfil dos atletas que irão vestir a camisa do clube.

 

“Já estou cansado de dar sempre o mesmo depoimento, mas a gente sabia que isso iria acontecer, porque ao longo da temporada a gente foi vendo, avisando e resquícios de várias coisas que a gente não conseguiu sanar durante a temporada. E infelizmente a gente termina com esse resultado fatídico dentro de casa para terminar esse ano tão cruel, como tem sido nesses últimos anos, onde o Vitória se colocou.”

“Pensar em 2022, tentar reprojetar o clube, fazer as reformulações que precisam serem feitas de fato e simplesmente não ficar no discurso, pois as atitudes são necessárias. O Vitória é muito grande, são 3,5 milhões de torcedores e jamais pode ficar na Série C. E a Série C da gente tem que começar amanhã infelizmente, já pensando no projeto que ser, o perfil de atleta que a gente tem que ter aqui na equipe e se de fato querem fazer o Vitória a trilhar o cenário nacional, como já foi forte, a gente tem que rever muita coisa”, disse Wallace, em entrevista ao Canal Premiere.

Deixe seu comentário

Autor(a)

28/11/2021 às 20h38

Fellipe Costa

Redator e Administrador do Futebol Bahiano. Contato: [email protected]

1 Trackback / Pingback

  1. Bahia enfrenta o Atlético-GO em confronto direto para se afastar do Z4

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*