Ramon tem mais dois problemas para armar o Vitória contra a Ponte Preta

No duelo em Pelotas, o Vitória teve duas baixas preocupantes

Foto: Letícia Martins / ECVitória

O Esporte Clube Vitória desembarcou na madrugada deste domingo em Salvador e hoje pela manhã se reapresenta no CT Manoel Pontes Tanajura, dando início à preparação para o duelo de terça-feira (20) contra a Ponte Preta, às 21h30, no Estádio do Barradão, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Assim que terminou o jogo, os jogadores voltaram de ônibus para Porto Alegre e, inicialmente, pegaram o voo para o Rio de Janeiro, onde ocorreu a conexão e o embarque para Salvador. O Leão não vence há sete jogos e se encontra dentro da zona de rebaixamento.

 

No duelo em Pelotas, o Vitória teve duas baixas preocupantes: o zagueiro Thalisson Kelven com trauma no ombro esquerdo e o volante Fernando Neto que precisou ser substituído no primeiro tempo por causa de uma dor na posterior da coxa direita. Ambos serão avaliados. Por outro lado, o zagueiro Marcelo Alves, que cumpriu suspensão, fica à disposição de Ramon.

O técnico Ramon Menezes ficou bem chateado com o revés no Sul do País. Porém, segue confiante que o time tem condições de iniciar uma arrancada e subir de posições no Brasileiro.

“Acho que a gente entrou não tão concentrado como tem que entrar em jogo fora de casa. Tomamos mais um gol de bola parada. Faltou o homem do rebote. Quando não consegue o resultado, é inevitável a crítica sobre substituição, sobre escalação. A gente tem que ter cuidado porque é o grupo que nós temos. Temos que recuperar esses atletas, passar muita confiança para esses atletas. Uma falta de atenção nos custou muito caro no primeiro tempo”, resumiu na coletiva pós-jogo.
Deixe seu comentário!

3 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*