Em duelo com duas viradas, Bahia perde para o Flamengo e fica a um passo do Z4

Bahia foi para o intervalo tomando 2x0, buscou a virada, mas perdeu

O Esporte Clube Bahia entrou em campo na noite deste domingo pressionado, não somente pela sequência de sete jogos sem vencer e de quatro derrotas seguidas no Campeonato Brasileiro, mas também porque o Vasco da Gama venceu o Santos pela tarde por 1 a 0 no Estádio de São Januário, deixando o Tricolor a um passo do Z-4. Portanto, o triunfo era necessário para quebrar o jejum e ganhar um respiro dentro do campeonato, e ele quase veio em duelo com muita dramaticidade, e principalmente sofrimento, como tem sido os últimos jogos do Bahia. Após virar o primeiro tempo perdendo por 2 a 0 com um jogador a mais, o Esquadrão reagiu no segundo tempo e buscou a virada em apenas 13 minutos, com gols de Juan Ramírez  e Gilberto (duas vezes), dando indícios de que conquistaria os 3 pontos, porém, levou o empate com Pedro e a virada com Vitinho, perdendo por 4 a 3, e amargando o QUINTO revés seguido na Série A.

 

Com a nova derrota, o Bahia segue com 28 pontos na 16ª colocação, mesma pontuação do Vasco que abre a zona de rebaixamento e hoje à tarde venceu o Santos por 1 a 0 em São Januário. Já o Flamengo chega aos 48 pontos e assume a vice-liderança, ficando cinco pontos abaixo do líder São Paulo, mas com um jogo a menos.

Assim como aconteceu no jogo contra o Palmeiras, o Bahia sofreu um gol logo cedo, aos 4 minutos, com o atacante Bruno Henrique limpando a marcação e chutando na gaveta. O gol animou o Flamengo que partiu para cima e deu indícios de que ‘mataria’ o jogo logo no primeiro tempo. Porém, aos 9 minutos, o árbitro expulsou o atacante Gabigol alegando xingamento do camisa 9, mudando o cenário da partida. Com a superioridade numérica, o Esquadrão passou a dominar em busca do empate, criando algumas boas chances, mas esbarrando no goleiro Diego Alves. Se o ataque não aproveitou as oportunidades, a defesa seguiu mostrando porque é a PIOR do campeonato. Aos 32, Bruno Henrique recebeu nas costas de Juninho e serviu o chileno Mauricio Isla que ampliou.

O Bahia voltou para o segundo tempo sufocando o time do Flamengo, porém, dessa vez com mais eficiência nas finalizações e precisou de apenas 13 minutos para marcar três vezes e virar o jogo. O colombiano Juan Ramírez, aos 5 minutos. tocou na saída de Diego Alves para diminuir e anotar seu primeiro gol pelo tricolor. Aos 10, o atacante Gilberto mandou um chutaço na gaveta empatando, e novamente o camisa 9, agora de cabeça, virou a partida. O Esquadrão seguiu melhor em campo, mais perigoso, mas aos 36, Filipe Luís cruzou e Pedro sozinho tocou de peito para igualar o placar. Nos minutos finais, Pedro deu passe de calcanhar e Vitinho marcou o quarto do rubro-negro, fechando a conta. Daniel ainda foi expulso nos minutos finais.

Após dois jogos seguidos fora de Salvador no Campeonato Brasileiro, contra Palmeiras (3×0) e Flamengo (4×3), o Esporte Clube Bahia tem mais um compromisso complicado pela frente, o último jogo de 2020, no próximo domingo (27), às 16h, contra o Internacional, porém, agora atuando na Arena Fonte Nova, pela 27ª rodada da Série A. O time colorado vem de vitória sobre o Palmeiras e ocupa o 4º lugar na competição. Depois desse jogo, o Tricolor se despede de 2020 e só volta a jogar no dia 6 de janeiro, contra o Grêmio, às 20h30, em Porto Alegre.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 4 X 3 BAHIA
Campeonato Brasileiro – 26ª rodada
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro
Data e Hora: 20/12/2020 (Domingo), 18h15
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (FIFA-SP)

GOLS: Bruno Henrique, Isla, Pedro e Vitinho (Flamengo) / Juan Ramírez e Gilberto (2x) (Bahia)

FLAMENGO
Diego Alves, Isla (Vitinho), Rodrigo Caio, Natan e Filipe Luis; Gomes (Matheuzinho), Gerson, Everton Ribeiro (Diego) e Arrascaeta (Pedro); Gabigol e Bruno Henrique. Técnico: Rogério Ceni.

BAHIA
Douglas; Nino Paraíba, Ernando, Juninho e Juninho Capixaba; Gregore, Edson (Daniel), Ramon (Gabriel Novaes), Juan Ramírez (Clayson) e Rossi; Gilberto (Rodriguinho). Técnico: Mano Menezes.

Deixe seu comentário!

1 Comentário

  1. O que falta para este omisso presidente demitir este mano Menezes, hoje perdemos por culpa dele,colocar Rodriguinho e Claysson é o fim da picada, mas como age como lesma nada fará

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*