Bahia de Roger Machado: Os cães ladram e a caravana passa!

"Se perder ou empatar mesmo tendo um bom desempenho, não será poupado das críticas"

Fotos Felipe Oliveira / EC Bahia

Sob rejeição de grande parte da torcida, hoje temos o Bahêa em campo contra o São Paulo. Se perder ou empatar mesmo tendo um bom desempenho, não será poupado das críticas, muitas delas infelizmente, feitas pelos agraciados pelo prêmio Nobel dos imbecis das redes sociais, exímios analistas de tudo que passa pela vida e no nosso caso o esportivo, sem nunca terem feito qualquer curso básico acerca de nada, mas sabe tudo, exceto da passionalidade, que em alguns beiram a procedente definição do eminente filósofo italiano, Umberto Eco: “As mídias sociais deram o direito à fala a legiões de imbecis que, anteriormente, falavam só no bar, depois de uma taça de vinho, sem causar dano à coletividade. Diziam imediatamente a eles para calar a boca, enquanto agora eles têm o mesmo direito à fala que um ganhador do Prêmio Nobel”.

 

Possivelmente, sou um deles, entretanto busco manter o respeito à pessoa, ao ser humano, porquanto acredito que “é preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã”. Analisa-se o desempenho do profissional, e não a pessoa deste, senão já não é mais uma crítica e sim um julgamento, um tribunal de exceção, já que o suposto réu no caso, não pode se pronunciar, salvo quando, acha por bem colocar os pontos nos is, na justiça caolha e coxa!

Se ganhar com ou sem desempenho satisfatório, também certamente, não ficará incólume dos ávidos a fazerem suas terapias pessoais, suas purgações, suas purificações dos males quem nem mesmos eles próprios, sabem que possuem, mas creio que desconfiam, é a chamada catarse, em voga aqui e alhures, vomitar, botar pra fora, só que sobre a pessoa que nada tem a ver com as idiossincrasias de cada um de nós.

E haja xingamentos: graça sem graça, que é a tal da desgraça, haja ricas palavras de pobres almas, haja sorriso sarcástico de cara fechada, e para finalizar, haja célebre frase – eu não te disse! Os gatilhos mentais, já estão apontados, como lembranças fixados na geladeira, dos boletos atrasados, do encontro desencontrado, do amor não amado e por aí segue.

Eis tu Roger e companhia os Judas das nossas almas atormentadas! Não será simplesmente, em razão de um hipotético, que Deus nos livres, revés, mas sobretudo por razões que nos dias de hoje, infelizmente, tornou-se corriqueiro o linchamento da rede social, perpetrados pelos cobardes virtuais, haja coragem para tamanha covardia! Haja catarse!

Assim torço fervorosamente, para que o elenco ganhe com ou sem um desempenho convincente. Pero menos dará mais fôlego ao Roger e aos seus…

Até que ele possa definitivamente e encontrar o ponto G, do BBMP! Especialmente, contra o time do Senhor dos títulos, ah! Roger e companhia, como quero que ganhem, que ganhemos dele, não como vingança, que é uma atitude anticristã, e sim como resposta que quem hoje joga no Bahêa, joga por que este, têm: estrutura, estabilidade financeira, condições de primeira e salários em dia.

Se amam ou não o Bahêa, quem sou eu para duvidar ou afirmar. Quando nada nunca fez nenhuma promessa de encerrar suas carreiras por aqui, e de hora para outra trocar o bucólico e místico Dique do Tororó pelo fétido Rio do Tietê! Vai lá eu saber o porquê?

Mas cada qual tem lá seu jeito de amar, nem todos são Juninho Pernambucano, embora não fosse, o Vasco que lhe deu a luz para o mundo, mas foi por lá que ganhou o mundo, pela sua atitude de total desprendimento material, ganhando milhões de corações Cruzmaltinos e simpatizantes da gratidão, como eu, pelo país afora.

Bens que dinheiro no mundo não pode comprar, não pode pagar: o carinho, o respeito, a admiração a quem mesmo sendo filho adotivo, foi muito mais filho que muitos filhos da base. Vamos lá Roger descubra o ponto G do BBMP!!! É o que desejo de todo meu coração, pra cima deles Esquadrão! E não ligue para a “legiões de imbecis” de argumentos, pois há um adágio que é igualmente ideal a esses: “Os cães ladram e a caravana passa”. Vamos lá Roger Machado cortar as figueiras das almas secas!

Lázaro Sampaio, torcedor do Bahia e colaborador do Futebol Bahiano.

 

Deixe seu comentário

1 Comentário

  1. Como cai em contradição, chama as pessoas que criticam de imbecis, depois diz que não quer ofender ninguém, além de tudo um discurso bossal cheio de palavras bonitas com o único objetivo de sentir-ser superior, acima de todos, com o desejo de impressionar e apresentar sua opinião como a correta, desejo sim que o Bahia ganhe todas as partidas com Róger ou sem Róger, mas o que a torcida está cobrando é justo, baseado no retrospecto mais negativo do que positivo, é só analisar os fatos – desastres como a derrota e desclassificação diante do Sampaio Correia com um gol do meio campo, derrota para o famoso Liverpool do Urugai na Fonte Nova, três derrota consecutiva dentro de casa para o poderoso Ceará e as três sem nenhuma reação, River do Piaui, o “craque” Carleto em declarações tirando onda com Douglas, quando alguém sente dor este chora, porém se estes detalhes ainda não atinge você, ou você é masoquista com sangue de barata ou está ganhando algum dinheiro de Belinttani ou Roger para tentar convencer o torcedor de que ele está errado em reclamar. Já que você pensa dessa forma o melhor seria a imprensa esportiva e pessoas de influência não iludir o torcedor mercando Bora Baea rumo a Libertadores.

1 Trackback / Pingback

  1. Meia de 20 anos deixa o Bahia e acerta com o Corinthians

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*