Geninho aprova atuação do Vitória no empate contra o Fortaleza

“Gostei do jogo. Avaliação positiva para primeiro jogo"

Foto: Mauro Akin Nassor / CORREIO

O Esporte Clube Vitória fez um bom jogo neste sábado (25), diante do Fortaleza no Estádio Manoel Barradas, pela primeira rodada da Copa do Nordeste, e só não venceu porque faltou mais eficiente nas conclusões das jogadas. No entanto, apesar do empate em 0 x 0 em casa, o técnico Geninho deixou o campo satisfeito. O treinador elogiou a atuação da equipe e destacou que a expectativa do que viu é de melhorar nos próximos jogos. O time principal do Leão agora volta à campo no próximo sábado (26) para enfrentar o Sport-PE, na Arena Pernambuco, pela 2ª rodada do Nordestão.

 

“Gostei do jogo. Avaliação positiva para primeiro jogo. Dá expectativa de que possa melhorar. Nosso time trazia uma incógnita, porque foi remontado. Ficamos com dois ou três jogadores do ano passado. Ficava a expectativa de como ia responder no primeiro jogo de 90 minutos. Eu gostei do que vi. Vi um time com pouco tempo de trabalho e bom nível de entrosamento, rodou bola, procurava se achar, personalidade para partir para cima de um time montado, de Série A. Teve coragem de jogar. Marcou em cima, evitando a saída de bola, criou mais chances de gols. Jogou com personalidade. Tivemos nos últimos 20 minutos um decréscimo na parte física. O Fortaleza também”, declarou.

Geninho também avaliou alguns jogadores. “Tentamos até abafar a saída no primeiro tempo. Funcionou bem. Estávamos inteiros. Quando sentimos, não tinha a condição de fazer o abafa. Nosso time puxou um pouco a linha, obrigando o goleiro a se desfazer da bola. Isso foi muito bom, porque se não fizesse isso, muita gente sentiria mais do que sentiu. Saiu Fernando, Viçosa, Alisson pedindo, Van cansado. Tinha mais gente que estava desgastado. Se entrássemos na armadilha, me chamar para acabar com a perna do meu time, poderíamos ter perdido. E agradecer a torcida que entendeu”, declarou.

Melhores momentos de Vitória 0 x 0 Fortaleza pela Copa do Nordeste

Deixe seu comentário

1 Comentário

  1. Eu começo a me preocupar qdo vejo um técnico elogiar sua equipe depois de um empate.
    Não estou querendo que após o primeiro jogo e primeiro empate, ele comece a malhar a equipe, mas ele não pode elogiar uma equipe que se mostrou incompetente em suas finalizações, que não conseguiu sequer acertar o gol na maior parte das vezes que tentou.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*