Sequência negativa do Bahia na Série A só não é pior que a do Avaí

Esquadrão não vence há cinco jogos no Brasileirão

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

A derrocada do Esporte Clube Bahia no Campeonato Brasileiro ainda é algo inexplicável. O diretor de futebol Diego Cerri acredita que a pressão pela vaga na Libertadores atrapalhou gerando um peso em todo mundo, como destacou em entrevista recente. Já o técnico Roger Machado fala em insegurança dos jogadores e falta de tranquilidade dentro de campo, o que ele diz não entender os motivos. O presidente Guilherme Bellintani, por sua vez, preferiu destacar o faturamente do clube (14º entre os 20 da Série A) para justificar a 10ª colocação como algo positivo.

A verdade é que o time tricolor vem se apresentando muito abaixo daquilo que produziu no primeiro turno, principalmente dentro de casa onde não vence há cinco jogos, com três derrotas e dois empates, o último deles na quinta-feira, quando ficou no 1 a 1 com a vice-lanterna Chapecoense, em plena Arena Fonte Nova. Foi o quinto jogo seguido sem vencer, aumentando o jejum, aliás, a sequência negativa do Bahia só não é pior que o do lanterna Avaí. O time catarinense não vence há incríveis 11 partidas, com 10 derrotas e 1 empate.

O Fluminense vinha de cinco jogos sem vencer (com 3 derrotas e 2 empates), mas encerrou o jejum na quinta-feira ao vencer o São Paulo de Fernando Diniz por 2 a 0 no Morumbi, resultado que tirou o time comandado pelo técnico Marcão da zona de rebaixamento. Na próxima rodada, o Bahia enfrenta o Flamengo, domingo às 18h, no Estádio do Maracanã.

Maiores sequências negativas da Série A:

Avaí – 11 jogos (10 derrotas e 1 empate)
Bahia – 5 jogos (3 derrotas e 2 empates)
Vasco da Gama – 4 jogos (2 derrotas e 2 empates)
Botafogo – 4 jogos (4 derrotas)

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*