Bahia não tomava quatro gols no mesmo jogo desde 2017

Esquadrão perdeu para o Goiás neste domingo por 4 a 3

Foto: Márcio Alves/Jornal Extra

O Esporte Clube Bahia segue sua sequência terrível sem triunfos e neste domingo completou o OITAVO jogo seguido sem vencer no Campeonato Brasileiro ao ser derrotado neste domingo pelo Goiás, por 4 a 3, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia. O último triunfo foi no dia 16 de outubro, quando venceu o Grêmio por 1 a 0 em Porto Alegre. De lá para cá, perdeu cinco vezes (Ceará, Inter, Santos, Flamengo e Goiás) e empatou três (Cruzeiro, Chape e Palmeiras). A derrota para o time goiano também derrubou um tabu. O Bahia não tomava quatro gols no mesmo jogo desde a derrota por 4 a 1 para o Flamengo, no dia 19 de outubro de 2017, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro daquele ano.

 

Naquela partida, foram dois gols de Réver e outros dois de Diego Ribas. Stiven Mendoza, de pênalti, descontou para o tricolor baiano. A partida aconteceu no Estádio Luso-Brasileiro, na Ilha do Governador, Zona Norte do Rio de Janeiro. Com a derrota para o Goiás, o Bahia se mantém com 44 pontos e cai para a 10ª colocação. O Goiás chega aos 46 pontos e assume a 9ª posição. A 34ª rodada ainda será finalizada, mas já decretou o campeão brasileiro: Flamengo. O time carioca, menos de 24 horas após levantar a taça da Libertadores, conquistou o título do Brasileirão mesmo sem entrar em campo, já que o Palmeiras perdeu para o Grêmio e não tem mais chances de ultrapassar o Rubro-Negro Carioca.

Com uma campanha irretocável, o Flamengo soma 81 pontos e só perdeu um jogo na Série A com Jorge Jesus, justamente para o Bahia, por 3 a 0 na Arena Fonte Nova, três gols do atacante Gilberto que neste domingo encerrou o jejum de 11 jogos sem balançar as redes. Além de ter sido o único time a vencer o Flamengo de Jorge Jesus no Brasileirão, o Tricolor Baiano também foi o único que conseguiu vencer o Flamengo aplicando 3 gols, contando todas as 34 partidas já realizadas (com Abel Braga e Jorge Jesus).

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*