Como um autêntico saco de pancada, Vitória perde outra na Série B

Leão agora só volta à campo em julho após a Copa América

Foto: Jefferson Vieira/Oeste FC

No último jogo antes da pausa para disputa da Copa América, o Esporte Clube Vitória voltou a entristecer, decepcionar e aumentar a preocupação do seu torcedor que começa a enxergar uma possível queda para a Série C como uma realidade, realidade essa, dura e tenebrosa quando se entra numa competição com esperança de brigar por um retorno à elite do futebol nacional. No entanto, na noite desta terça-feira, o Leão foi novamente derrotado, agora pelo Oeste, por 3 a 0, na Arena Barueri. O adversário paulista também vinha de cinco partidas sem vencer (com 4 empates e 1 derrota), mas se reabilitou e respirou na tabela, enquanto o Rubro-Negro chega ao sexto jogo sem triunfo e atolado no Z-4 na condição de lanterna, em situação ainda mais crítica e delicada.

 

Com o resultado, o Vitória segue seu martírio na Série B, com apenas 4 pontos dos 24 possíveis até aqui e se mantém na lanterna. O Leão chegou à sexta derrota na competição e ao sexto jogo seguido sem vitória. A última vez que venceu foi na segunda rodada, por 2 a 1 sobre o Vila Nova, no Barradão. De lá para cá, perdeu cinco vezes e empatou uma. Já o Oeste, que também vinha de cinco jogos sem triunfo, chega aos 11 pontos e dá um salto na tabela, indo parar no 10º lugar.

O Vitória jogou com: Ronaldo, Edvan, Everton Sena, Zé Ivaldo e Capa; Gabriel Bispo, Marciel e Ruy (Felipe Gedoz); Ruan Levine (Nickson), Wesley e Anselmo Ramon (Neto Baiano). 

Quando a fase não é boa… logo aos 30 segundos de bola rolando o Oeste abriu o placar numa tremenda infelicidade do zagueiro Zé Ivaldo que se atrapalhou todo, foi tirar a bola da área com a perda direita e desviou com a esquerda contra o próprio patrimônio. O gol relâmpago foi um baque para o time do Vitória que não conseguiu se encontrar em campo e por muito pouco não foi para o intervalo derrotado por um placar mais largo, primeiro pela boa atuação do goleiro Ronaldo que impediu mais gols da equipe de Barueri e também por um gol mal anulado pelo bandeirinha que assinalou impedimento de Bruno Lopes sendo que o mesmo estava na mesma linha da defesa.

O Vitória voltou para o segundo tempo mais incisivo e um pouco mais organizado em campo após a entrada do meia Nickson. No entanto, a defesa seguiu batendo cabeça e o goleiro Ronaldo se destacando com defesas importantes, porém, aos 28 minutos não teve jeito, Alyson cruzou e Bruno Gonçalves livre na pequena área desviou para o fundo das redes, aumentando o placar e matando qualquer chance de reação do Leão que lutou, mas não conseguiu sequer o gol de honra. Aliás, foi o time de Itápolis que anotou mais um, aos 49 minutos, com Roberto.

Agora o Esporte Clube Vitória dá uma pausa para repensar tudo que tem sido feito, juntar os cacos desses primeiros oito jogos na Série B e se preparar com mais tempo visando o próximo compromisso que só acontece após a Copa América, no dia 13 de julho, contra o Cuiabá, no estádio do Barradão.

 

Deixe seu comentário

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*