“Ver que o Arsenal veio assistir meu jogo é muito bom”, diz Eric Ramires

Jogador, porém, garante estar tranquilo no Bahia

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Na última terça-feira (09), no jogo entre Bahia e CRB, representantes do Arsenal estiveram na Arena Fonte Nova para observar o meia Eric Ramires. O clube inglês já acompanhava o atleta há algum tempo e aproveitou o duelo pela competição nacional para fazer uma observação mais próxima.No ano passado, representantes do Borussia também estiveram em Salvador para avaliar o jogador. Clubes brasileiros também fizeram sondagens pelo jogador, como Santos e Corinthians.

Com apenas 18 anos, o atleta é visto pelo mercado europeu como um atleta de muito potencial e promissor. Recentemente ele apareceu na capa do conceituado jornal italiano La Gazzetta Dello Sport como sendo alvo do Milan. Em entrevista coletiva nesta quinta-feira, Ramires falou o interesse do Arsenal no seu futebol, mas garantiu estar focado somente no Bahia.

“O sonho de todos os jogadores é jogar em clubes grandes. Ver que o Arsenal veio assistir meu jogo é muito bom. Eu estou muito tranquilo no Bahia, fazendo meu trabalho aqui no Bahia que também é um clube grande, onde fui criado e desde as categorias de base estou aqui. Agora é trabalhar para almejar coisas grandes com o Esquadrão e depois pensar no meu futuro”, afirmou.

 

Eric dos Santos Rodrigues, que ficou conhecido por Ramires por parecer com o jogador que hoje atua no Jiangsu Suning, foi promovido ao elenco principal do Bahia após chamar a atenção do técnico Enderson Moreira atuando pelo time Sub-23 no Brasileiro de Aspirantes. Estreou entre os profissionais sendo titular no duelo contra o Sport-PE no ano passado, em que o Bahia venceu por 2 x 0, na Fonte Nova, e desde então se firmou entre os titulares. Marcou seu primeiro gol no triunfo por 2 x 1 diante do Botafogo, pela Copa Sul-Americana. Em 2018, fez 15 partidas e dois gols, sendo titular absoluto do time no segundo turno do Brasileirão.

Este ano tem sido atípico para Ramires. Sem férias, ele defendeu a seleção brasileira no Sul-Americano da categoria. Ele retornou ao Bahia já com as competições em andamento e reconquistou o status de titular. No ano passado, ele renovou contrato com o Bahia até o final de 2022.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*