Por R$ 111 milhões, Estádio do Pacaembu passa para a iniciativa privada

Corinthians realizou 1 690 jogos no Estádio do Pacaembu

Spread the love

O Consórcio Patrimônio SP, formado pela empresa de engenharia Progen e o fundo de investimentos Savona, ficará com a gestão do estádio Pacaembu em São Paulo pelos próximos 35 anos. O anúncio foi feito na última sexta-feira (8) pela prefeitura de São Paulo. O consórcio pagará R$ 111 milhões. As outras empresas que participaram do processo – Consórcio Arena Pacaembu, Construcap CCPS Eng. e Com. S/ A e WTorre, terão cinco dias para contestar o resultado. A proposta do Consórcio frustrou as pretensões do Santos em administrar o Estádio, porém, ofereceu R$ 88 milhões.

O Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho foi inaugurado na década de 1940 com capacidade para 70 mil espectadores e, na época, era considerado o mais moderno estádio da América do Sul. O equipamento pertencente à prefeitura da capital paulista sendo o Corinthians a equipe que mais atuou no local, tendo disputado 1 690 jogos.



O consórcio vencedor terá de fazer melhorias nas estruturas do estádio como reformas nos sistemas elétrico e hidráulico, novos assentos nas arquibancadas, pista de atletismo, reformas nos banheiros existentes, vestiário, lanchonete e geradores para evitar quedas de energia elétrica durante as partidas, e poderá promover eventos esportivos e culturais.

Além do estádio de futebol que inclui o Museu do Futebol, o complexo do Pacaembu conta com piscina olímpica aquecida com arquibancada para 2.500 pessoas; ginásio poliesportivo coberto com capacidade para abrigar 2.500 espectadores; ginásio de tênis com piso de saibro coberto com assento para 800 pessoas; quadra externa de tênis com arquibancada para 1.500 pessoas

VEJA TAMBÉM

 

Deixe seu comentário

1 Trackback / Pingback

  1. Por R$ 111 milhões, Estádio do Pacaembu passa para a iniciativa privada - Futebol Bahiano - Informando o Brasil

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*