A torcida do Bahia deu mais uma demonstração de GRANDEZA

"Torcida compareceu apesar da greve, noite chuvosa e horário horroroso"

Foto: Felipe Oliveira / Divulgação ECB

Seja quem for o mandatário maior do clube, mas, a torcida do Bahia é o seu maior patrimônio, é um capítulo à parte, nos seus piores momentos nunca abandonou o clube, mesmo tendo sua história manchada por aventureiros incompetentes que colocaram o maior clube do Nordeste para disputar a Série C por duas temporadas, Série B por outras vezes.

A torcida demonstrou nesses períodos um amor bem maior pelo seu clube, lembro-me de um jogo contra um time do Piauí com o público de mais de 60 mil pessoas, os jogadores do time adversário entravam em campo admirados olhando para as arquibancadas, quando um deles foi entrevistado e confessou: “Nunca joguei com um público desse”.

Foram várias carreatas, passeatas com mais de mais de 100 mil pessoas, para que a democratização se torna-se realidade, mas, quando tentaram fazer público zero, não funcionou, por mais crítica que era a situação do clube (e bote crítica nisso), precisava de uma atitude radical para democracia do clube, aí não diziam milhares de torcedores.

Diz o imaginário ou reza a lenda que naquele fatídico jogo contra o Fast um turista paulista pegou um táxi no aeroporto e notava o nervosismo do taxista ouvindo um jogo, quando o gol saiu quase aos cinquenta minutos o motorista berrava aos gritos e ele ouvia pipocar de fogos, perguntou o que estava acontecendo com aquela festa toda na cidade, e o motorista respondeu: “O Bahia saiu da Série C”.

Na última quarta feira 23/05, tivemos outra demonstração da sua força e paixão. Greve geral dos ônibus, noite chuvosa, horário horroroso (21h45) e público pagante foi superior à dez mil pagantes, e ainda dizem que o Bahia é só povão. Eu discordo dessa máxima com exemplos, pode fazer pesquisa em qualquer região de Salvador, ditas de alto padrão, Vilas, Graça, Barra, Morro do Gato e outros, a torcida do Bahia ganha em qualquer região.



Acredito que essa NOVA ERA, o Bahia deveria fazer uma homenagem de eterna gratidão com seus torcedores, e enviei uma sugestão para que o clube abolisse a camisa número 1, seria a partir de uma determinada data estabelecida pela diretoria de uso exclusivo dos torcedores, ou seja, outros clubes sua torcida é décimo segundo jogador, a nossa é o jogador número UM, privilégio exclusivo da melhor torcida do Brasil.

Seria uma homenagem singela muito significativa para demonstrar um pouco de respeito com essa nação chamada Esporte Clube Bahia. Sei do esforço dessa nova gestão em preparar o clube para retribuir com mais títulos nacionais que estamos muito sedentos, mas todo esforço torna-se pequeno diante da GRANDEZA demonstrada em todas as fases vividas do clube.

Parabéns a melhor torcida do Brasil!!!

Jorge Machado, torcedor do Bahia, amigo e colaborador do Futebol Bahiano.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*