Mancini imputa ao gramado e chuva derrota do Vitória

Honestamente, a derrota do Vitória hoje à noite não estava nos planos, especialmente se considerado, o bom futebol que praticou no Domingo contra o Grêmio em Caxias do Sul. Não repetiu a boa atuação e derrotado, quebrou uma seqüência de bons resultados e como conseqüência se complicou e agora em três jogos, vai brigar com a Ponte Preta que tem a mesma pontuação do leão, porém atrás pelo critério de desempate do saldo de gols, negativos, diga-se.

Na entrevista após a partida, o técnico Vagner Mancini elogiou a produção do Vitória até o momento em que o gramado, segundo ele, tornou-se “impraticável”. O gramado da Arena Condá foi castigado por causa da forte chuva que caiu em Chapecó.

– A equipe saiu na frente, vinha fazendo bom jogo. O primeiro tempo foi equilibrado. O Vitória teve boas oportunidades, a Chape teve também, um bom domínio territorial, mas nenhuma das equipes chutando muito a gol. No intervalo, o Vitória voltou bem, por volta de 15 minutos dominando a partida, até que veio a chuva, e o jogo tomou outra proporção. Já não se rolava a bola do jeito que nós queríamos. O jogo passou a ser de bola esticada, copa aérea. Tentei mexer para que tivesse um peso maior, atletas maiores, e a gente até que levava vantagem em alguns lances, até que o campo ficou impraticável. Um lance de falta, a Chape acabou fazendo o segundo gol. Ainda tivemos uma chance, uma bola do André na trave, mas foi insuficiente para sair com um ponto –

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*