Arturzinho quer conter a ansiedade

O octogonal parelho mantém no ar um certo clima de tensão. Seis times seguem na briga por quatro vagas na Série B 2008 e a definição pode acontecer nos próximos cinco dias. A competência na Fonte Nova decide a sorte do Bahia na temporada. Vitórias sobre ABC-RN e Vila Nova-GO, amanhã e domingo, garantem matematicamente o acesso, independentemente de qualquer outro resultado e a estratégia para superar a ansiedade é pensar num jogo por vez.

Concentração total nos pontos a conquistar diante dos potiguares. Nada pode desviar o foco na última semana da Série C. Nem o torcedor. “Moçada! É para incentivar. Estamos acertando detalhes aqui”, interveio o treinador, de dentro do campo, assim que surgiram os primeiros protestos das arquibancadas do Fazendão. O treino não foi mesmo dos melhores, mas o pequeno grupo entendeu o recado. O momento exige cautela. O Bahia não pode aumentar a carga de estresse, decorrente da responsabilidade pela vitória.

O time tem sido inconstante nas partidas com casa cheia. Barras-PI, Bragantino-SP e Atlético-GO arrancaram empates quando a lotação superou 50 mil pessoas. O Crac-GO vendeu caro a derrota magra na estréia do octogonal. O Nacional-PB tomou três, mas já era o lanterna. É hora de reverter o quadro e a solução está na ponta da língua. “Não podemos falhar tanto nas finalizações. O problema é que, se começamos a perder gols, os jogadores ficam tensos. Querem fazer logo o resultado para a torcida”, garante Arturzinho.Correio da Bahia/Adaptado

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*