Condé admite necessidade de corrigir problemas na bola aérea defensiva

Léo Condé falou sobre a bola aérea defensiva e pediu mais semanas livres de treinamento.

Foto: Victor Ferreira/EC Vitória

Na última quarta-feira, o Esporte Clube Vitória escapou de sofrer sua primeira derrota dentro do Barradão na temporada, ao arrancar um empate contra o Náutico, por 1 a 1, aos 49 minutos do segundo tempo. O Timbu abriu o placar com gol de cabeça marcado por Evandro. No Ba-Vi, o Leão também sofreu um gol de bola área, marcado por Everton Ribeiro. Essa tema foi assunto na entrevista de Léo Condé.

 

O treinador do Leão falou sobre a bola aérea defensiva e pediu mais semanas livres de treinamento para corrigir o problema que se repetiu em duas partidas seguidas.

“É algo para trabalhar. Não é corriqueiro, principalmente com os dois. A gente sofre poucos gols, essa é a realidade, mas foram gols parecidos. Problema é que a gente não tem muito tempo para treinar de um jogo para outro. A gente vem de uma sequência de onze jogos em um mês e poucos dias. A gente precisa de semana aberta para fazer treinamentos específicos e esse é um tipo de situação, de fundamento, que a gente realmente vai precisar trabalhar”, explicou Condé.

 

Autor(a)

Fellipe Amaral

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário