Paiva tem três opções para substituir Kanu contra o São Paulo

Vitor Hugo, Marcos Victor e Raul Gustavo disputam a vaga de Kanu.

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia / Divulgação

Amargando uma sequência de sete jogos sem vencer, cinco deles pela Série A, fazendo com que entrasse dentro da zona de rebaixamento depois do empate sem gols com o Corinthians na Arena Fonte Nova, o Esporte Clube Bahia tem novo compromisso pelo Brasileirão no próximo domingo, diante do São Paulo, às 11 horas, no Estádio do Morumbi, pela rodada de número 17.

 

Para a partida, o técnico Renato Paiva não poderá contar com o zagueiro e capitão Kanu, que levou o terceiro cartão amarelo no empate com o Corinthians, no último sábado, e cumpre suspensão automática. Para formar a dupla de zaga com Gabriel Xavier, o português tem três opções: Vitor Hugo, Marcos Victor e Raul Gustavo. David Duarte está voltando aos treinos após se recuperar de lesão.

Vitor Hugo não atua há três partidas e, inclusive, ficou fora da lista de relacionados para o duelo contra o Corinthians. Sua última participação foi no empate em 1 a 1 contra o Cuiabá, pela 14ª rodada, quando foi substituído ainda no primeiro tempo por Gabriel Xavier.

Contratado junto ao Trabzonspor, da Turquia, Vitor Hugo disputou 12 jogos pelo Bahia, mas ainda não conseguiu passar confiança. Com ele em campo, o Esquadrão soma um triunfo (contra o Palmeiras), seis empates (Santos (2x), Goiás, Fortaleza, Cruzeiro e Cuiabá) e cinco derrotas (Santos, Flamengo, Internacional, Fluminense e Grêmio).

Já Marcos Victor, contratado junto ao Ceará, foi titular nos primeiros meses do ano, mas acabou sofrendo uma lesão ligamentar na final do Campeonato Baiano, no dia 2 de abril, quando vinha se destacando na equipe. O jovem defensor já está recuperado e foi relacionado nos últimos oito confrontos, mas não atuou em nenhum deles. No total, ele disputou onze jogos pelo Tricolor na temporada.

Outra possibilidade é Raul Gustavo, que se recuperou de lesão no joelho, ficando cinco meses longe dos gramados. Antes do problema físico, o defensor disputou onze partidas pelo Bahia, e vinha sendo muito criticado por conta das falhas defensivas.

Autor(a)

Fellipe Amaral

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário