Representante do City assiste Bahia x Vasco com Bellintani na Fonte Nova

As conversas entre Bahia e Grupo City começaram em setembro do ano passado,

Foto: Gabrielle Gomes

Neste domingo (28), o presidente Guilherme Bellintani assistiu ao jogo entre Bahia e Vasco, pela Série B, na Arena Fonte Nova, com um representante do Grupo City, além de um agente ligado a outra equipe inglesa. Em conversa com a reportagem do GE, o mandatário tricolor confirmou a função dos seus companheiros de arquibancada e garantiu que a negociação não depende de acesso à Série A. O Esquadrão venceu o Cruzmaltino por 2 a 1, de virada, e se firmou na vice-liderança da Série B, abrindo nove pontos para o 5º colocado.

 

O Bahia iniciou as negociações com o Grupo City em setembro do ano passado. Apesar do rebaixamento, as conversas não esfriaram. O presidente Guilherme Belllintani chegou a viajar para a Inglaterra. Inicialmente, a ideia é que a parceria fosse oficializada ainda no primeiro semestre. No entanto, o cronograma precisou ser adiado devido a conclusão do processo de renegociação de uma dívida superior a R$ 100 milhões que o clube tinha com o Banco Opportunity.

O fundo árabe deve adquirir 90% da SAF por R$ 650 milhões. O plano original é que esse aporte financeiro seja repassado ao clube até o fim de 2024. No entanto, é possível que aconteça um reposicionamento de prazos devido à alteração da data de começo da nova gestão.

Atualmente, o City Football Group conta com dez times: Manchester City, da Inglaterra; Melbourne City, da Austrália; Mumbai City, da Índia; New York City, dos Estados Unidos; Girona, da Espanha; Yokohama Marinos, do Japão; Montevideu City Torque, do Uruguai; Sichuan Jianiu, da China; Lommel, da Bélgica; e Troyes, da França. É o maior conglomerado de times do mundo.

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário