Técnico insinua que árbitro prejudicou o Paysandu para ajudar o Vitória

O treinador ficou na bronca com a arbitragem do juiz baiano Diego Pombo Lopez

Foto: John Wesley/Paysandu

No último sábado (09), o Paysandu venceu o Confiança por 1 a 0, pela 14ª rodada da Série C, e chegou aos 26 pontos na vice-liderança. Apesar do resultado positivo, o técnico do Papão, Márcio Fernandes, deixou o campo bastante insatisfeito com o árbitro baiano Diego Pombo Lopez por conta da quantidade de cartões amarelos aplicados aos jogadores do time paraense, inclusive, três deles estão suspensos para enfrentar o Vitória no próximo domingo, no Barradão. (Leia aqui).

 

“Isso [os desfalques] vai dificultar ainda mais o nosso plantel, que não é numeroso. A gente tem que ver a melhor forma para jogar contra o Vitória lá. Hoje, recebemos cartões em excesso. Tirando o Mikael, que forçou um cartão, tiveram lances que os jogadores do Confiança bateram da mesma forma, mas não foram advertidos”, disse.

O treinador fez insinuações de que o árbitro poderia ter intenção de prejudicar o Paysandu para ajudar o Vitória. “É uma coisa que a CBF precisa ter cuidado. Não se pode colocar um árbitro baiano para apitar uma partida de um adversário do Vitória na rodada seguinte. Não afirmo que o árbitro tenha a intenção de nos prejudicar, mas fica a dúvida. Era algo que a CBF tinha que evitar”.

Deixe seu comentário!

1 Comentário

  1. Também pudera! o presidente da cbf é vicetoria de carteirinha e tudo fará prá ajudar as galinhas de canabrava

1 Trackback / Pingback

  1. Brasileirão pode ser paralisado após pedido da Associação Nacional dos Árbitros

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*