Bahia não aproveita chances, leva virada e é eliminado pelo Athletico-PR da Copa do Brasil

Agora o Esporte Clube Bahia volta o seu foco para o Campeonato Brasileiro da Série B.

Foto - José Tramontin/athletico.com.br

O Esporte Clube Bahia tinha na noite desta terça-feira uma missão difícil, mas não impossível. Reverter a derrota de 2 a 1 sofrida na Arena Fonte Nova, mas agora atuando na Arena da Baixada lotada. Um triunfo simples levava o jogo para a disputa por pênaltis, porém, o Esquadrão entrou concentrado e marcou um golaço logo cedo, com Matheus Davó. A partir daí, o Tricolor se sentiu em casa e passou a desperdiçar várias oportunidades de ampliar e carimbar a classificação, mas não aproveitou e acabou sofrendo a virada no segundo tempo, repetindo o roteiro da ida. O Tricolor se despediu da Copa do Brasil, sendo eliminado pelo Furacão pela 4ª vez em torneios de mata-mata (uma vez pela Sul-Americana e agora três pela Copa do Brasil) e deixando escapar a premiação de R$ 3,9 milhões.

 

Com uma formação diferente, com três zagueiros, o Bahia se sentiu em casa e fez um primeiro tempo impecável taticamente, diga-se, poderia ter ido para o intervalo vencendo até por um placar mais largo. Logo aos 4 minutos, após cobrança de escanteio, Patrick desviou de calcanhar e Maheus Davó emendou uma meia bicicleta no ângulo anotando um golaço. Gabriel Xavier ainda finalizou uma chance clara na pequena área por cima do travessão, enquanto Davó bateu outra em cima do goleiro Bento. O Athletico-PR foi completamente anulado e não conseguiu jogar, criando apenas duas chances, mas sem grande perigo.

O Bahia voltou para o segundo tempo com a mesma postura e no primeiro minuto, perdeu outra grande chance. Matheus Bahia entrou na área e chutou cruzado. Bento espalmou, André pegou o rebote e finalizou por cima do travessão. O Athletico-PR seguiu encontrando dificuldades para pressionar, enquanto o Esquadrão não conseguia aproveitar os contra-ataques para matar o jogo, e as chances desperdiçadas fizeram muita falta. Mesmo sem jogar bem, o Furacão alcançou o empate aos 32 minutos com Erik aproveitamento cobrança de escanteio. O famoso “quem não faz, toma”. O time baiano foi para o tudo ou nada, mas acabou levando a virada aos 48 minutos, com Rômulo.

Agora o Esporte Clube Bahia volta o seu foco exclusivamente para o Campeonato Brasileiro da Série B, onde vem de dois empates seguidos, contra Grêmio (0x0) e Vila Nova (1×1). O Esquadrão volta a campo no próximo sábado (16), às 18h30, para enfrentar o Guarani, no Estádio Brinco de Ouro, em Campinas (SP), pela 18ª rodada da Segundona. Já o Athletico-PR tem novo compromisso no sábado, às 16h30, diante do Internacional, na Arena da Baixada, pela 17ª rodada da Série A do Brasileiro.

JOGOS DE VOLTA DAS OITAVAS DA COPA DO BRASIL

Terça-feira, 12 de julho
20h30 – Athletico-PR 2 x 1 Bahia (ida: 2×1)
21h00 – Cruzeiro 0 x 3 Fluminense (ida: 1×2)

Quarta-feira, 13 de julho
19h00 – Goiás x Atlético-GO (ida: 0x0)
19h30 – Ceará x Fortaleza (ida: 0x2)
21h30 – Santos x Corinthians (ida: 0x4)
21h30 – Atlético-MG x Flamengo (ida: 2×1)

Quinta-feira, 14 de julho
20h00 – Palmeiras x São Paulo (ida: 0x1)
21h00 – Botafogo x América-MG (ida: 0x3)

Deixe seu comentário!

2 Trackbacks / Pingbacks

  1. Danilo Fernandes classifica derrota do Bahia para o Athletico como injusta
  2. Bahia denuncia ato de racismo de torcedores na Arena da Baixada

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*